Primeira Temporada Do LU.CA – Teatro Luís De Camões Arranca Sábado

O LU.CA – Teatro Luís de Camões, teatro lisboeta com programação pensada para as crianças e jovens arranca com a sua primeira temporada no próximo sábado, dia 8 de setembro.

No sábado, a partir das 16h30, o programa do dia, de entrada livre mediante levantamento de bilhete, conta com a música de Bruno Pernadas e o DJ set Ramos & Wallenstein, com Estratégias de Dança para Crianças e Adultos. A abertura da temporada a sala será feita sem cadeiras e permitirá movimento e dança.

Segue-se no dia 15 de setembro, a primeira encomenda deste teatro, Um Tigre-Lírio é Difícil de Encontrar, uma criação de Alex Casal. Esta peça estará em cena até ao fim de setembro, aos fins de semana para as famílias e à semana para as escolas. O espetáculo conta com uma Sessão Descontraída, no dia 23 de setembro.

Dois rapazes e duas raparigas fogem para a floresta. Lugar de mistério e encantamento, descanso e aventura, jogos e armadilhas. Aqui pode-se dar de caras com um duende ou uma rainha disfarçada de pirata, um animal selvagem ou um ator a ensaiar distraidamente as falas do seu papel. A floresta é o território de seres que vivem entre mundos diferentes e nunca serão capturados, como esta perigosa fera feita de imaginação e garras: o Tigre-Lírio. Um tigre-lírio é difícil de encontrar é um espetáculo sobre a infância, a imaginação e o teatro. Os habitantes desta floresta podem passar sem transição de um estado a outro, de uma personagem a outra, da ficção à realidade, do quotidiano ao impossível. Imaginámos um espetáculo como uma espécie de ser híbrido que muda de forma, cresce para fora do palco e ameaça até engolir a plateia inteira. Queremos que os espectadores saiam do teatro a pensar: “isto aconteceu mesmo ou eu sonhei?”

O preço dos bilhetes, para esta peça, é de 3 euros para crianças e 7 euros para adultos.

O renovado edifício participa no dia 22 e 23 de setembro, na 7ª edição do Open House Lisboa, um evento de portas abertas que celebra a arquitetura.

Inserido no Ciclo “10 espectáculos de 10 Anos de Programa para crianças e jovens do Teatro”, o LU.CA apresenta o Ciclo Catarina Sobral, com oficinas, artes plásticas, texto e ilustração, lançamento de livro, entre outras atividades, a decorrerem em setembro e outubro. Segue-se, em outubro e novembro, o Ciclo João Fazenda.

Nota ainda para as Mini Conferências para miúdas e miúdos curiosos sobre a Utopia, de 18 a 21 de outubro, com o professor e psicólogo André Leonor e sobre o Racismo, de 23 a 25 de novembro, com Rita Pedro. O preço de participação nas Mini Conferências é de 2 euros.

A partir do conto Bianca de Fausto Gilberti, Leonor Keil apresenta o seu primeiro espetáculo coreografado para crianças, Bianca Branca. O espetáculo de dança sobe ao palco do LU.CA, de 14 a 18 de novembro. O preço dos bilhetes, para esta peça, é de 3 euros para crianças e 7 euros para adultos.

Em dezembro haverá 5 Fábulas Para Não Adormecer, cinco histórias acessíveis a todas as idades, para gozar com quem somos e sair da sala abraçados uns aos outros. Cinco histórias curtas onde se exploram, sem palavras, algumas veleidades dos humanos que podem não ser tão levianas ou inevitáveis como parecem.

Destaque para a oficina de teatro “O meu nome é LU.CA, Teatro LU.CA”, de 17 a 21 de dezembro, para jovens dos 9 aos 11 anos, com Anabela Almeida. O valor de inscrição na Oficina é de 60 euros.

Por fim, todas as terças-feiras, pelas 10h30, estão agendadas Visitas ao LU.CA, com inscrição prévia e custo de 1 euro. Esta visita começa na parte de fora do teatro, mesmo antes da bilheteira, segue-se o palco, o subpalco, as varandas técnicas, a teia, os camarins e o tecto do teatro.

Os bilhetes estão à venda na bilheteira do teatro.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.