Porto Realiza Festival Internacional De Circo Em Setembro

A Cidade do Porto acolhe de 13 a 16 de setembro, a primeira edição do Festival Internacional de Circo do Porto. São mais de 40 espetáculos gratuitos, espalhados por diversos espaços emblemáticos da cidade, de 12 companhias nacionais e internacionais de novo circo e ainda uma Conferência Internacional e um Circo Social.

O Chapitô, tenda coberta no Coliseu do Porto será a Casa de Circo e os restantes espetáculos serão distribuídos pelas praças e jardins do Porto: Largo de Santo Ildefonso, Praça da Batalha, Praça dos Poveiros e Jardim de São Lázaro.

Presentes estarão companhias dos vários países da Europa, que apresentarão em estreia nacional espetáculos para todas as idades.

Nos dias 15 e 16 de setembro o Coliseu é o palco da companhia francesa Lapsus, com Six Pieds Sur Terre, um jogo coletivo que combina uma narrativa engenhosa, humor, domínio de movimento e criatividade.

Santa Ildefonso recebe, nos dias 13 a 15 de setembro, a companhia belga D’irque & Fien, com o espetáculo Sol Bemol, com performances de rua poética.

De 14 a 16 de setembro, São Lázaro acolhe a companhia francesa HMG, em 3D com uma mescla de circo, teatro e música.

O circo atual, combinado com dança e movimento é a proposta da dupla alemã Zircus Morsa , com apresentação de La Fin Demain, a realizar-se na Praça dos Poveiros, nos dias 14 e 15 de setembro.

Confirmado ainda o nome de Clément Dazin, com o espetáculo Bruit de Couloir, uma viagem poética ao momento em que, perto do fim, vemos passar diante dos nossos olhos o filme das nossas vidas.

O I Festival de Circo abre ainda um espaço de discussão e literacia para o Novo Circo e o estado da arte em Portugal e na Europa. Os membros do painel desta conferência internacional serão revelados no início de setembro.

Por fim, o público vai poder ver ainda o resultado do Circo Social, um projeto de serviço educativo e residência artística que, desde março, dá a oportunidade a um grupo de jovens da freguesia do Bonfim de conhecer e aprender as artes circenses.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.