Porto Editora Reedita A Trilogia Bascombe Com Nova Tradução

A Porto Editora reedita, com nova tradução, a Trilogia Bascombe do autor americano Richard Ford, distinguido com vários prémios nacionais e internacionais, entre os quais o Prémio Princesa das Astúrias, em junho de 2016 e o Library of Congress Prize para ficção americana, em maio deste ano.

Ao O Jornalista Desportivo, já nas livrarias, seguir-se-ão mais tarde os famosos O Dia da Independência, primeiro livro galardoado em simultâneo com o Prémio Pulitzer e PEN/Faulkner e A Pele da Terra.

O livro, com tradução de Ana Maria Chaves, é caracterizado pelo The New York Times como «uma leitura compulsiva: tem tanto que ver com a crónica desportiva como Moby Dick com a caça de baleias. Ford escreve sobre o homem contemporâneo, perdido no labirinto do quotidiano».

O romance, publicado originalmente em 1984, foi inspirado na experiência profissional de Ford na revista de desporto Inside Sports e catapultou a sua carreira de escritor, tornando-o um dos mais sérios candidatos ao Nobel.
Frank Bascombe tem trinta e oito anos, uma namorada mais nova e um trabalho como jornalista desportivo. Para muitos homens da sua idade, isso seria motivo de alegria; porém, o desespero ronda-o a cada volta, lembrando-o das suas recentes perdas: o divórcio, a morte do filho mais velho e o ruir do sonho americano – uma vida pacata, na pequena cidade de Haddam, New Jersey.
Um romance magistral com um implacável testemunho dos desencantos inevitáveis e da corrosão das ambições.

No catálogo da Porto Editora figuram os seus romances Canadá (fevereiro 2018), agraciado com o Prix Femina Étranger e o Andrew Carnegie Medal for Excellence, Francamente, Frank (março 2016) e, agora com uma nova tradução, O Jornalista Desportivo.

O Jornalista Desportivo, de 424 páginas, está à venda por 17,70 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.