Pinóquio – Da Raiz Ao Nariz Para Ver Na Malaposta

Quem não conhece a estória de Pinóquio e de Gepeto, da autoria de Carlo Collodi, que a Disney imortalizou no grande ecrã em 1940? Para quem não conhece pode agora ficar a conhecer, na versão do encenador Claudio Hochman e que a Cassefaz apresenta no Centro Cultural da Malaposta, em Olival de Basto.

Pinóquio é um menino de madeira construído por Gepeto a partir de um tronco com vida oferecido por mestre Cereja. Tem bom coração, mas não gosta de escola e prefere divertir-se. É ingénuo e deixa-se enganar com muita facilidade, metendo-se em problemas. Para não desiludir o pai, mente e o seu nariz cresce, cresce, cresce… De confusão em confusão, depois de muitas peripécias e mentiras, como acabará esta história?

“Esta versão retoma a verdade da história, mantendo os vários ingredientes que a compõem. Neste espetáculo, o único personagem de carne e osso é Mestre Cereja, interpretado por F. Pedro Oliveira. É ele quem conta a história a partir da sua casa-oficina, espaço onde vai construindo e descobrindo múltiplas personagens, envolto num mundo mágico de manipulação de objetos, marionetas e sombras”.

A peça combina marionetas, sombras e a atuação de F. Pedro Oliveira (o único ator real da peça), num cenário feito de desperdícios de madeira.

A peça é complementada com uma oficina de construção de objetos em madeira, aos domingos, orientada pelo ator F. Pedro Oliveira.

Pinóquio – Da Raiz Ao Nariz pode ser visto na Sala Experimental do Centro Cultural da Malaposta, até 30 de janeiro, aos sábados às 16h00 e aos domingos às 11h00.

Os bilhetes custam 6 euros para crianças e 8 euros para os adultos, e podem ser adquiridos online e no local.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.