Palácio Nacional Da Pena Abre À Noite Às Quintas Feiras

De 2 de agosto a 13 de setembro, todas as quintas feiras, o Palácio Nacional da Pena, em Sintra, vai abrir ao público, das 20h00 às 00h00, sob o mote “Noites de Verão no Palácio”.

Para facilitar o acesso aos visitantes, o programa inclui transporte público gratuito da Estação Ferroviária de Sintra para o monumento, bem como o transfer da entrada principal do Parque da Pena até ao Palácio; e participar numa visita guiada, que se realiza às 21h30, mediante o pagamento de um suplemento adicional de 5 euros.

Durante o dia vai também haver um serviço de shuttle gratuito diário, entre o Picadeiro do Parque da Pena e o Chalet da Condessa d’ Edla; passeios de charrete, que fazem o percurso entre os Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla; passeios a cavalo e de pónei, a partir da Abegoaria da Pena; e interação e passeios com burros, que estarão situados na zona dos Lagos, das 11h00 às 16h00.

Para além da visita noturna ao Palácio, a Parques de Sintra pretende também dar a conhecer locais como a Cruz Alta, o Templo das Colunas, ou o Vale dos Lagos, de onde se desfrutam de vistas notáveis, e são pontos de atracção menos frequentados.

O preço para as “Noites de verão no Palácio” custa 14 euros por adulto. Já os bilhetes para a atividade “Descobrir o Parque da Pena”, que inclui passeios de 15 minutos com burros custam 7 euros por criança (dos 3 aos 12 anos) + bilhete de entrada no Parque da Pena (de segunda a quarta feira, exceto dia 15 de agosto); os passeios de charrete custam 3,50 euros por adulto (maiores de 18 anos) + bilhete de entrada no Parque da Pena (de quinta feira a domingo e feriados); e os passeios de pónei e cavalo custam desde 7 euros + bilhete de entrada no Parque da Pena. Os bilhetes podem ser adquiridos nas bilheteiras da Parques de Sintra – Monte da Lua.

A iniciativa vai decorrer nos dias 2, 9, 16, 23, 30 de agosto, 6 e 13 de setembro.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.