Palácio Nacional Da Ajuda Apresenta Exposição Dedicada A D. Maria II

Por Elsa Furtado (Texto e Fotos)

D. Maria II – De Princesa Brasileira a Rainha de Portugal – 1819-1853 é a exposição atualmente patente ao público na Galeria do Rei D. Luís no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, e que pode ser vista até 29 de setembro. 

A mostra, prevista para as celebrações do bicentenário do nascimento de D. Maria II (1819-1853), e que teve de ser adiada por causa da pandemia, evoca e homenageia “Dona Maria da Glória (1819-1853), filha mais velha de D. Pedro IV de Portugal (imperador D. Pedro I no Brasil) e da arquiduquesa Maria Leopoldina da Áustria, nascida no Paço de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, a 4 de abril de 1819. Tornada rainha aos 7 anos de idade (embora só tenha assumido o trono aos 15, em 1834, quando chegou a Portugal); casada três vezes, e falecida durante do seu 11º filho (nascido nado-morto), aos 34 anos.

Com curadoria do Professor e Historiador José Miguel Sardica, a mostra aborda as duas décadas do reinado d’a Educadora (1834-1853), a passagem de Portugal do Absolutismo ao Constitucionalismo e as suas alterações sociais e políticas, de que se destacam as guerras civis (entre D. Pedro e D. Miguel, Maria da Fonte e Patuleia), a vitória liberal que conduziu à Regeneração e, mais tarde, ao compromisso entre cartistas e constitucionalistas.

D. Maria II – De Princesa Brasileira a Rainha de Portugal está dividida em 14 núcleos, organizados cronologicamente, e que reúnem peças e documentos oriundos de  vários museus nacionais, autarquias, colecionadores privados e Governo Regional dos Açores, tendo sido, inclusive algumas delas restauradas propositadamente.

Destacam-se a baixela de prata e o serviço das festas, em porcelana de Édouard Honoré; vários retratos de D. Maria II, D. Fernando II, D. Pedro V, D. Luís, entre outros; um Busto de Rodrigo da Fonseca Magalhães em bronze da autoria de Victor Bastos; uma sela e arreios; e na zona do cofre forte pode ver-se a coroa e o ceptro reais, salvas com os monogramas MF (Maria e Fernando), uma Rosa de Ouro atribuída à monarca pelo papa Gregório XVI e ainda algumas das suas jóias pessoais (peças que depois irão ficar em exposição no Museu do Tesouro Real).

A exposição – núcleos:

1 – D. Maria II (1819-1853): imagens, palavras e símbolos do poder real
2 – O «Reino Unido de Portugal e Brasil» (1819-1826)
3 – Uma rainha entre dois continentes e quatro países
4 – O trono aos quinze anos (1834-1836)
5 – Os três casamentos de D. Maria II
6 – D. Maria II entre a revolução e a ordem (1836-1842)
7 – D. Maria, D. Fernando e a família real
8 – Os primos Vitória e Alberto: os melhores amigos
9 – Objetos e vivência da Corte portuguesa
10 – As artes, as letras, a música e a cultura
11 – D. Maria II e Costa Cabral
12 – O fim do reinado (1851-1853)
13 – Representações da figura régia de D. Maria II
14 – Aposentos da rainha

A exposição é uma iniciativa conjunta do Museu da Presidência da República e do Palácio Nacional da Ajuda, e pode ser visitada de quinta a terça-feira, das 10h00 às 18h00. O bilhete pode ser adquirido no local e custa 5 euros. Existe ainda a opção de bilhete exposição + Palácio por 8 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.