Orquestra Metropolitana De Lisboa E Mário Laginha Celebram Solstício De Verão Com Late Night Concert

A Orquestra Metropolitana de Lisboa, dirigida pelo maestro Pedro Amaral, e o pianista Mário Laginha vão celebrar o verão com um concerto tardio na Lx Factory, um pouco antes da meia-noite, a 21 de junho. Rhapsody in Blue de Gershwin e a Sinfonia do Novo Mundo de Dvo?ák são o programa do concerto.

O Solstício de Verão corresponde ao dia do ano em que a noite é mais curta. Há por isso que aproveitar bem cada uma dessas horas. O Sol, com todo o seu esplendor foi, em tempos, uma entidade divina de tal modo adorada que lhe eram dirigidas preces em favor da harmonia da natureza e da felicidade do Homem. Os solstícios eram os momentos mais importantes desse culto, sendo celebrados em todo o planeta com rituais que incluíam o fogo, a dança e a música.

Neste dia de junho que assinala o início do nosso verão, tudo começa «fora de horas», mais precisamente às 23h30, com a sonoridade jazzística dos anos 1920 que George Gershwin transformou numa obra-prima para piano e orquestra, Rhapsody in Blue. Segue-se a espetacular Sinfonia do Novo Mundo de Dvo?ák. O resto da noite é confiado à criatividade e ousadia de cada um.

Os bilhetes custam 15 euros e já se encontram à venda nos locais habituais.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.