Orquestra Metropolitana Apresenta Histórias Da Formiga Rabiga

De outubro a junho, no primeiro domingo de cada mês (excepto em janeiro), às 11h00, no Teatro Thalia, a Orquestra Metropolitana apresenta as Histórias da Formiga Rabiga: concertos narrados, música que conta contos, para crianças a partir dos três anos e suas famílias.

Mas quem é a Formiga Rabiga?! Um de nós encontrou-a, certa vez. Era uma formiga muito estranha. Não se parecia com as outras formigas.
Para começar, tinha o corpo coberto por uma carapaça que não era preta, como a das suas companheiras, mas castanha, de um tom terroso, que refulgia ao sol em reflexos dourados. Depois, tinha tendência para se distrair das tarefas coletivas, abandonando o formigueiro a que pertencia, e perdendo-se entre as ervas que cresciam dos dois lados do carreiro. Entregava-se aos seus pensamentos e esquecia-se da carga – uma folhinha, um grão de areia, uma semente – e uma vez foram dar com ela a cantarolar. Às vezes, mais parecia uma cigarra ociosa do que uma formiga trabalhadeira.
A Formiga Rabiga, essa é que é verdade, gostava mais de ouvir histórias do que de trabalhar. E acompanhava-as com música, que lhe encantava os ouvidos e turvava o entendimento.

O programa inclui o Pedro e o Lobo, a 7 de outubro, pela Orquestra Clássica Metropolitana; Fábulas de La Fontaine, a 4 de novembro, pela Orquestra Juvenil Metropolitana; E Como Era no Tempo de Mozart?!, a 2 de dezembro, pelos Solistas da Metropolitana; O Feiticeiro de Oz, a 3 de fevereiro, pela Orquestra juvenil Metropolitana; O Carnaval dos Animais, a 3 de março, pelos Solistas da Metropolitana; Bichos de Miguel Torga, a 7 de abril, pela Orquestra de Sopros da Metropolitana; O Pequeno Príncipe, a 5 de maio, pela Orquestra Juvenil Metropolitana; e a Flauta e o Pintassilgo, a 2 de junho, pelos Solistas da Metropolitana.

O projeto Histórias da Formiga Rabiga começou no dia 7 de outubro, e foi pensado para famílias com crianças pequenas. Os bilhetes podem ser adquiridos no local e online e custam 12 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.