Obras de Cesariny em exposição na Galeria São Mamede

136-05) Soam galas amorosas nos canais suspensos atras das casas, (Expo Iluminações de Rimbaud, 1971 #03) 49x68cmA Galeria de São Mamede em Lisbo apresenta a partir de amanhã, 27 de fevereiro a exposição Um Grande Inventor de Pintura, de Mário Cesariny que reúne cerca de duas dezenas de obras emblemáticas, desde os anos 50 aos anos 2000, que evidenciam a prodigiosa capacidade de invenção plástica do artista.

O texto do catálogo é da autoria de Bernardo Pinto de Almeida, que a este propósito define Cesariny como:

Genial poeta, mas também pintor de surpreendente capacidade de invenção plástica que realizou uma obra em que se inventa uma imagética brutalista/informalista marcada pelo uso da collage e da frottage, original no contexto da arte portuguesa e mesmo se comparada com a realidade artística europeia.

Poeta maior do Surrealismo em português, Mário Cesariny nasceu em Lisboa em 1923. Estudou na Escola António Arroio e frequentou um curso de habilitação às Belas Artes. Em 1947, viaja até Paris onde conhece André Breton, cuja influência o leva a participar na criação, no mesmo ano, do Grupo Surrealista de Lisboa, do qual disside, mais tarde, para fundar o grupo “OS surrealistas do qual fazem parte, entre outros, Cruzeiro Seixas, António Maria Lisboa, Risques Pereira e Mário-Henrique Leiria.

A exposição pode ser vista até ao dia 25 de março, de segunda a sexta-feira, das 11h00 às 18h00, e ao sábado das 11h00 às 19h00, e a entrada é gratuita.

Texto de Susana Sena Lopes

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.