O Meu Primeiro FITEI Acontece No Porto

O Teatro Helena Sá e Costa, no Porto, acolhe de 30 de outubro a 1 de novembro, o mini festival O Meu Primeiro FITEI, dedicado ao publico infantojuvenil.

A primeira edição, num formato reduzido e experimental, conta com os espetáculos Coexistimos, de Inês Campos e Mapa, de Fernando Mota.

Assim, no dia 30 de outubro e nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, pelas 16h00, sobe ao palco o espetáculo Coexistimos.

Coexistimos é uma colagem de metáforas sobre o desafio de ser só um e querer ser tantos. Ser o tigre e o domador, um palhaço triste e um ataque de riso, viver vários corpos, querer ser a realidade dos seus sonhos. Como uma onda no mar, passar por estados temporários e estar inteiramente presente em cada um deles. O vaguear é um fim em si mesmo, Um frenesi tão bom que parece magia.
Exprime a crença firme de que as artes são promíscuas e gostam da companhia umas das outras. Tem dança, teatro, cinema, manipulação de objectos, arquitectura em movimento e artifícios variados que tentam criar uma sucessão de ilusões.
Assume a forma de 11 quadros, com linguagens que procuram manter-se autónomas e a salvo de contaminação mútua, e que surgem como pop-ups, cortando amarras com o bloco precedente e nada antecipando aquele que se lhe há-de seguir.

O espetáculo Mapa – Contos e Cantos é apresentado nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, pelas 11h00

Criado a partir de textos originais, poesia oral de mulheres afegãs, um poema de Eduardo Galeano, músicas e sonoridades de várias culturas de África e do Médio Oriente, desenhos de crianças de Darfur e outros materiais plásticos. Este espetáculo procura fazer uma reflexão sobre os conceitos de território e fronteira, de pertença e de liberdade, com especial enfoque no universo infantil.
Para este projeto foram criados vários instrumentos musicais a partir de objetos e materiais simbólicos como a harpa farpada (uma janela-harpa feita com arame farpado), o remo (cordofone criado a partir do objeto que lhe dá o nome), um jogo de piões que nos transporta para um campo de batalha e caldeiros de metal suspensos de onde surge uma tempestade marítima.

Os bilhetes estão à venda no local e custam 4 euros para crianças e 6 euros para adultos.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.