O Lisbon & Estoril Film Festival regressa já no próximo mês a diversos espaços da cidade.

Poster (1)A 8ª edição do LEFFEST decorre entre 7 e 16 de novembro nos Cinemas Monumental, Nimas, Cinemateca Portuguesa, CCB, Fundação Calouste Gulbenkian, Casino Estoril, e Centro de Congressos do Estoril, realçando mais uma vez “a transversalidade entre as várias esferas da Arte”.

Presentes no evento estarão convidados como John Malkovich, Willem Dafoe, Abel Ferrara, Philippe Garrel, Stephen Frears, Nan Goldin, e muitos outros, podendo a lista completa ser consultada aqui. Entre a selecção de filmes disponíveis existem vários já premiados em Cannes, Berlim, Veneza, ou candidatos aos Oscars, contando-se 12 filmes em competição e mais de 20 fora de competição, bem como homenagens, retrospectivas, e atividades paralelas.

Na secção Fora de Competição encontramos as mais recentes obras de realizadores como Abel Ferrara, David Lynch, Lars Von Trier, David Cronenberg, ou Michel Gondry, e até o filme Dumb and Dumber To com Jim Carrey. De destacar, dia 8 no Grande Auditório da Gulbenkian, a antestreia de Variações de Casanova, de Michael Sturminger e protagonizado por John Malkovich, que será homenageado no festival pelo seu trabalho como realizador, actor de teatro e produtor.

A outra homenageada desta edição será Maria de Medeiros, sendo igualmente dedicadas retrospectivas a Philippe Garrel, Marlen Khutsiev, Andrzej ?ulawski, Tariq Téguia, Kléber Mendonça Filho, e Gonzalo García Pelayo.

Na secção Cinemart poderemos ver por exemplo filmes escolhidos por Nan Goldin (fotógrafa internacionalmente reconhecida) ou realizados por Cristian Boltanski (escultor, fotógrafo, pintor e realizador), e em Sessão Especial são-nos apresentadas obras de Jean-Marie Straub, Snow White and Russian Red de Xawery Zulawski, A Árvore da Vida de Terrence Malick, e a série Vozes para um Mundo Melhor de Fernando Olmeda/ Baltasar Garzón. Pequenos ciclos se desenvolvem ainda à volta dos temas “650 Anos de Cascais”, “Cinema e Moda”, e “Cinema e Matemática”, havendo também lugar para a exibição de diversos telefilmes e séries.

Paralelamente à actividade do grande ecrã, existirão exposições, leituras, masterclasses, teatro, um concerto e simpósio.

RGB tiff image by MetisIPO Simpósio Internacional, realizado nos dias 14, 15 e 16 no CCB e organizado em colaboração com a associação La Quadrature du Net, dedica-se ao tema “Ficção e Realidade: para além do Big Brother”. Debruçando-se sobre uma das grandes questões da actualidade, a da vigilância, contará com a participação de nomes como Julien Assange, Jérémie Zimmermann, Baltasar Garzón, e talvez (ainda por confirmar) Lula da Silva, entre outros.

David Lynch e Jean-Michel Alberola apresentam uma exposição de litografias criada especialmente para o festival, intitulada Here & Now, que coloca em paralelo os universos dos dois artistas e estará patente no Centro de Congressos do Estoril durante todo o evento. Também no Centro de Congressos se dará a estreia mundial (em simultâneo com Chicago) de uma exposição muito peculiar, Malkovich, Malkovich, Malkovich: Homage to Photographic Masters, da autoria do fotógrafo Sandro Miller. Esta exposição, das mais faladas do ano, consiste numa série de fotografias em que o actor se transforma em figuras famosas, desde Einstein a Marilyn Monroe, prestando homenagem a algumas das imagens que mais influenciaram o fotógrafo.

No domínio do teatro teremos em representação única, dia 12, a peça Os Belos Dias de Aranjuez de Peter Handke, encenada por Tiago Guedes e protagonizada por Isabel Abreu e João Pedro Vaz. O momento musical do festival fica a cargo de Arto Lindsay & Band, com um concerto de encerramento a realizar-se dia 16 no CCB.

CronenbergTal como em anos anteriores, esta edição trará algumas sessões de leituras com convidados especiais: Jorge Silva Melo, director artístico da companhia Artistas Unidos, irá ler Morro Como País de Dimítris Dimitriádis, seguindo-se uma conversa entre ambos; Maria de Medeiros citará Pier Paolo Pasolini; Sophie Semin lerá diversos textos de Peter Handke, alguns escritos por ocasião das suas passagens por Portugal; e John Berger, autor britânico, crítico de arte e ensaísta, fará um diálogo com o piano de Piotr Anderszewski na sessão “John Berger, Piotr Anderszewski: Improvisações”.

Por fim, uma das mais importantes iniciativas do evento, permitindo a descoberta de novos criadores e a discussão de diferentes visões e formas de ensino, é o Encontro que conta com a presença de alunos e professores das maiores Escolas de Cinema da Europa. Cada escola apresenta os seus trabalhos mais representativos, seguindo-se a discussão e avaliação de todos os trabalhos por um júri internacional composto por grandes personalidades do cinema e das artes. Entre as escolas participantes este ano estão a La Femis, FAMU, e inúmeras escolas nacionais.

Os bilhetes estão já à venda no CCB, Gulbenkian, Monumental, Nimas e Ticketline, com preços entre os 3 e 7 euros para sessões de cinema e 10 e 25 euros para espectáculos.

Por Sara Peralta

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.