O Homem de Constantinopla já está nas bancas

JRS_20133Foi com casa cheia, como já vem sendo habitual, que a Sociedade de Geografia em Lisboa, recebeu no passado sábado mais um lançamento de José Rodrigues dos Santos, desta vez de O Homem de Constantinopla, o primeiro volume da saga dedicada a Calouste Gulbenkian.

Segundo o autor, este romance em dois volumes, já estava pensado e planeado há muitos anos, encerrando assim o ciclo dos seus romances cuja acção tem lugar em em momentos importantes da História. Não é uma biografia, mas também não é pura e simplesmente ficção. É um romance inspirado na vida e obra de uma pessoa real, que teve um papel muito importante em determinada época no nosso país e que ele se deu à liberdade de romancear.

Nestes dois livros, Calouste Gulbenkian é Kaloust um jovem arménio, com uma grande visão do futuro e do mundo dos negócios, com um particular apreço pela Arte e por tudo o que é belo, tentando sempre responder à questão: “O que é a beleza?”.

JRS_20134

Segundo o autor explicou, esta não é uma biografia, este não é o Calouste Gulbenkian real, é uma personagem romanceada, ficcionada, embora que inspirada em fatos reais, com todos os seus defeitos e virtudes, tal como muitas outras personagens do livro, como o filho.

Em  O Homem de Constantinopla o autor aborda a infância, a juventude e o princípio da construção da fortuna de Kaloust. Já o segundo volume – Milionário em Lisboa, com lançamento previsto para 23 de novembro, vai incidir sobre os anos de 1942 a 1955, a passagem do milionário por Portugal e a criação da Fundação com o seu nome.

Mais uma edição da Gradiva, que promete conquistar os fãs do autor.

Reportagem de Elsa Furtado e Francisco Padrão Mota

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.