O Corcunda De Notre Dame Para Ver Em Benfica

A Companhia de Teatro Caixa de Cena apresenta o musical infantil O Corcunda de Notre Dame, com estreia marcada já para está sábado, dia 5 de outubro, pelas 15h00, no Auditório Carlos Paredes, em Benfica, e estará em cena até ao dia 29 de dezembro.

A peça conta a estória de Quasimodo e Esmeralda, marcada pela luta contra a xenofobia e a diferença, na cidade de Paris.

Inicialmente publicado em 1831, NOTRE DAME DE PARIS, da autoria do escritor francês Victor Hugo, foi adaptado e produzido pela Walt Disney em 1996, tendo-se tornado num dos grandes sucessos da produtora americana. A Caixa de Cena Produções apresenta agora, no recentemente renovado Auditório Carlos Paredes, uma adaptação musical da conhecida história de Quasimodo e Esmeralda.
Dez actores e uma banda sonora original reproduzem o ambiente da cidade de Paris e da sua mais imponente catedral no século XV. Marginalizado e isolado como sineiro da catedral, Quasimodo, o corcunda, simboliza a diferença e a luta pela aceitação social. Esmeralda representa a comunidade cigana da altura, perseguida na história pelo juiz eclesiástico Frolo, aludindo à necessidade de luta contra a xenofobia.
Imbuído por um ódio racial sem limites, Frolo, que manteve o pobre Quasimodo fechado na catedral durante toda a sua existência, ordena o extermínio da comunidade cigana parisiense. Os seus planos acabam por fracassar ao perder o poder emocional sobre Quasimodo e o apoio do seu Capitão, tudo por causa do bela e destemida Esmeralda, uma cigana que desafia os princípios de Frolo e encoraja Quasimodo a encontrar a liberdade. A amizade e o amor acabam por vingar numa bonita história que aborda temas sempre actuais como a tolerância e integração social. Momentos de humor, música, dança e cor apimentam um espectáculo intenso e emotivo, indicado para crianças, adolescentes e… toda a família!

A peça conta com as interpretações de Henrique Carvalho, Bruna Andrade, Hugo Rendas, Joana Almeida, Ivo Melo, Marcos Marques, Sophia Melo, João Santos, Jorge Bartolomeu e Ana Maria Mendes, encenação de João Duarte Costa, direcção artística de Ricardo Castro e música original de João Lopes Dias.

As sessões para o público em geral são aos sábados e domingos, às 11h00 e às 15h00, até dia 29 de dezembro.

Os bilhetes custam 8,50 euros para as crianças e 10 euros para os adultos, e estão à venda  no local e online. De referir que a peça está classificada para maiores de 6 anos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.