O Chefe De Estação Fallmerayer Já Chegou Às Livrarias

A novela de Joseph Roth, O Chefe de Estação Fallmerayer, com tradução do alemão e introdução cronológica de Álvaro Gonçalves, chegou recentemente às livrarias nacionais, com selo da Assírio & Alvim.

Escrita no exílio francês em 1933 e publicada no mesmo ano em Amesterdão, esta obra conta a história da invulgar paixão vivida por um vulgar chefe de uma estação de caminhos de ferro situada a poucos quilómetros de Viena.

Fallmerayer, casado e com duas filhas, pouco fazia senão, dia após dia, ver passar os comboios expresso a uma velocidade vertiginosa em direção ao Sul, que para ele era sinónimo do mar, do sol, da liberdade e da felicidade. Após um curto período de férias com a família e consequente regresso à sua minúscula estação, um trágico acidente ocorrido ali perto muda radicalmente o curso da sua vida. O destino fá-lo cruzar-se com uma das vítimas do acidente, uma condessa russa casada. Deslumbrado com a mulher desconhecida, dá-lhe guarida e cuida dela enquanto esta recupera do trágico acidente. Passados alguns dias, a condessa, recomposta, vai-se embora, «deixando em todas as divisões e particularmente na cama de Fallmerayer um aroma indelével de pele da Rússia e de um perfume indescritível».

O livro, de 80 páginas, tem um custo de 7,70 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.