Nuno Júdice Distinguido Com Prémio Pen De Poesia

A obra O Coro da Desordem de Nuno Júdice, publicada pela Dom Quixote, em setembro 2019, foi distinguida com Prémio PEN de Poesia.

Este livro de Nuno Júdice mantém o poema de amplo fôlego combinado com poemas narrativos, quase pequenas histórias, e outros de natureza lírica em que o amor é tratado a partir de grandes poetas, de Hölderlin a Rilke, no que poderá ser entendido com uma actualização do tema.

Nuno Júdice nasceu na Mexilhoeira Grande, Algarve, em 1949. Formou-se em Filologia Românica pela Universidade Clássica de Lisboa. É professor associado da Universidade Nova de Lisboa, onde se doutorou em 1989 com uma tese sobre Literatura Medieval. Entre 1997 e 2004 desempenhou as funções de Conselheiro Cultural e Director do Instituto Camões em Paris.

O seu primeiro livro de poesia – A Noção de Poema – data de 1972. Recebeu os mais importantes prémios de poesia portugueses: PEN Clube, em 1985, Prémio D. Dinis da Fundação Casa de Mateus, em 1990, e o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores, em 1994.

O seu romance Por Todos os Séculos recebeu o Prémio Bordalo da Casa da Imprensa e O Anjo da Tempestade, o Prémio Fernando Namora.

Tem livros traduzidos em várias línguas, destacando-se Espanha, onde tem uma antologia na colecção «Visor» de poesia, e França, onde está publicado na colecção Poésie/Gallimard.

Dirigiu, até 1999, a revista Tabacaria da Casa Fernando Pessoa.

Em 2009 assumiu a direcção da revista Colóquio-Letras da Fundação Calouste Gulbenkian.

Em 2013, foi distinguido com o xxii Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana (Espanha); em 2104, com o Prémio de Poesia Poetas del Mundo Latino Víctor Sandoval (México); em 2015, com o Prémio Argana de Poesia, da Maison de la Poésie de Marrocos, e o Prémio Literário Fundação Inês de Castro – Tributo de Consagração; e, em 2016, com o Prémio Internacional de Poesia Europa in Versi/Prémio Carreira (Itália) e o Prémio El Ojo Crítico Iberoamericano de Radio Nacional de Espanha.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.