Nova Temporada Do Teatro Viriato Combina Teatro, Cinema E Música

Sessão fotográfica para cartaz e imagens de divulgação do espectáculo Sócrates Deve Morrer.

O Teatro Viriato, em Viseu, deu a conhecer a sua programação para o período entre setembro a dezembro de 2018, onde se destaca a estreia da produção dos Artistas Unidos, a transmissão de Ópera do Metropolitan Opera House de Nova Iorque, espetáculos de Novo Circo e a mostra New Age, New Time.

Nos dias 14 e 15 de setembro, pelas 21h30, os Artistas Unidos sobem ao palco do Teatro Viriato para apresentar a peça Do Alto da Ponte, com dramaturgia de Arthur Miller. O espetáculo traz a cena a história de Eddie Carbone, um estivador que acolhe os seus familiares emigrantes. Uma peça de paixões que coloca a tragédia nas docas de Nova Iorque. Os bilhetes custam entre 5 a 10 euros.

No dia 25 de setembro, pelas 19h00, o espetáculo Plus Haut, da companhia francesa Barolosolo, inspirado no universo circense de Alexander Calder, põe em causa os códigos circenses tradicionais. O espetáculo, para maiores de 6 anos, custa 7 euros.

Segue-se, em outubro, a 3ª edição do Noite Fora, com entrada gratuita. No dia 3, pelas 21h30, a encenadora Sónia Barbosa traz ao Teatro Viriato a obra Loucos Por Amor, de Sam Sheppard. O projeto Noite Fora propõe a partilha de textos teatrais num ambiente informal e acolhedor.

Dois dias depois, no dia 5 de outubro, pelas 16h00, a companhia Erva Daninha apresenta o espetáculo 1.5ºC Ponto de Equilíbrio. Malabarismo, manipulação de objetos e equilíbrio revelam a ação do homem sobre a natureza. O bilhete tem um custo de 4 euros.

No dia 12 de outubro, pelas 21h30, sobe a palco a peça Cinderela, da encenadora Lígia Soares. Uma metáfora em torno dos contos de fadas, para maiores de 12 anos, com um preço de bilhete a variar entre os 5 e os 10 euros.

Lusco-Fusco, de Catarina Gonçalves e Filipe Caldeira, invade o palco nos dias 18, 19 e 20 de outubro. Às 10h30 e 15h00, nos primeiros dois dias, dedicados ao público escolar e às 11h00, no sábado, para as famílias, esta peça de teatro para o público infantil apresenta jogos de luz e de som. O bilhete custa 4 euros.

Uma masterclass com a professora de piano e pianista Inês Lamela é a proposta do dia 24 de outubro, pelas 15h00, com entrada gratuita. A professora apresentará o seu projeto, objeto da sua tese, Reclusão e Experiência Musical.

No dia 27 de outubro, às 21h30, inserido no programa Solo & Solidão, está agendado o concerto de Andrea Belfi. Os bilhetes custam entre 9 a 12 euros.

Destaque na programação do Teatro Viriato para as projecções, em direto e em diferido, das produções realizadas pelo MET – Metropolitan Opera House, de Nova Iorque, de outubro de 2018 a maio de 2019. Num total de 10 sessões, a abrir com a ópera Aida, no dia 6 de outubro e fechar com o Dialogue des Carmélites, no dia 12 de maio, o Teatro Viriato acolhe Verdi, Wagner e Poulenc, entre outros compositores. O preço de cada sessão varia entre os 5 e os 15 euros e a assinatura, para as 10 sessões, custa entre 45 a 135 euros.

O Teatro Viriato associa-se ao Cine Clube de Viseu e apresenta, no dia 31 de outubro, pelas 10h30, o documentário I Don’t Belong Here, de Paulo Abreu e o filme-concerto Floresta Animada, do coletivo Space Ensemble, no dia 1 de novembro, às 16h00. As duas propostas, inseridas no evento VistaCurta, tem um custo de 1,5 euro e 2,50 euro, respectivamente.

No dia 6 de novembro, pelas 15h00, o Teatro acolhe a Conferência Ciência e Pseudociência, promovidas pelas Fundação Francisco Manuel dos Santos. A conferência é de entrada gratuita.

Nos dias 8 e 9 de novembro, pelas 21h30, Veneno, a peça de Albano Jerónimo e Cláudia Chéu, que aborda as consequências da falência social e a extinção da entidade família promete não deixar ninguém indiferente. Os bilhetes custam entre 5 e 10 euros.

Nos dias 7 e 8 de dezembro, às 21h30, a criação de Henrique Amoeda, Endless, do grupo Dançando com a Diferença – Viseu, é o espetáculo em cartaz. O preço do bilhete é de 3 euros.

Segue-se, nos dias 10 e 11 de dezembro, com quatro sessões diárias, o espetáculo INSono, da Companhia Sonoscopia. Para o público escolar, com sessões às 10h30, 12h00, 15h00 e 16h30, a instalação sonora interativa promete fazer as delícias dos mais jovens. O preço do bilhete é de 1,50 euros.

De Mikael Oliveira, a leitura encenada de A Morte de Sócrates e a peça A Vida de John Smith, são as propostas para os dias 13 e 15 de dezembro, respetivamente.

Uma nota para o evento New Age, New Time (NANT), que promove a dança contemporânea nacional, a decorrer de 16 a 30 de novembro, com uma programação preenchida com dança, cinema, performance, conversas e conferências.

Para os mais jovens (dos 14 aos 18 anos), o Teatro Viriato apresenta o K-Cena, oficina de teatro ministrada pelo encenador Graeme Pulleyn, que visa estimular o gosto pela escrita e interpretação teatral e o P3dra, oficina de dança que conta com o coreógrafo Francisco Camacho. As inscrições para estas duas oficinas ainda estão a decorrer.

O Teatro Viriato conta ainda com o programa Artistas Residentes 2018/2021, que acolhe reconhecidos criadores que irão contribuir para o panorama cultural da região. Uma última nota para as exposição a decorrer no Foyer do Teatro, durante este período.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.