Noite carregada de Amor com John Legend no Meo Arena

John LegendReportagem de Iolanda Lourenço (texto) e Tânia Fernandes (fotografia)
 
Foi num pavilhão Meo Arena, praticamente lotado, que o público recebeu entusiasticamente os primeiros acordes de “Made to love”.
John Legend no seu estilo clássico, a lembrar o glamour dos anos 50, surgiu acompanhado de violinos e, sentado ao piano, deu inicio a um concerto que se previa desde logo bastante intimista e emotivo. De salientar não só os seus dotes vocais, como de pianista,  ao longo de praticamente todo o espetáculo. Qualidade seguida pelos dos fantásticos músicos que o acompanharam.
Interagiu de forma simpática com o público, o que fez, por diversas vezes, o delírio dos presentes.
Depois de “Tonight” e sentado ao piano, contou um pouco do seu percurso musical. No registo intimista do concerto abriu o coração e disse que, o seu maior sonho, sempre foi um dia poder estar ali. Com raízes musicais bastante marcadas pela própria família, começou a compor em 1999. Cantava à noite em bares nova iorquinos em busca de um sonho. Foi recusado diversas vezes pelas editoras, inclusive a sua atual, até ao dia em que Kanie West o ouviu e acreditou nele.
Em 2004 lançou o album “Get lifted” que foi finalmente a grande rampa de lançamento.
O concerto prosseguiu de uma forma bastante animada com um John Legend a pedir por diversas vezes a participação do público. “Used to love you” ou “Save the Night” foram exemplos disso. A sua voz à capela ou os solos de violinos levaram ao rubro quem assistia e uma fabulosa versão de “Bridge over Trouble Waters” foi sem dúvida mais um dos momentos altos da noite.

This slideshow requires JavaScript.

“You and I” e “So High” fizeram as vozes ecoarem mais alto e todos os telemóveis e tablets presentes se ergueram mais alto também.
De salientar os efeitos de luzes, extremamente bem conseguidos, que ajudaram a criar o ambiente acolhedor e romântico que as suas músicas pedem. E o público anseia.
Já perto do final John Legend agradeceu com um”Obrigado” quase perfeito e saiu do palco deixando adivinhar que voltaria para cantar aquela que todos os inúmeros casalinhos apaixonados(e eram muitos) esperavam. “All of Me” levou a multidão ao delírio e fechou com chave de ouro o concerto.
John Legend levantou-se, agradeceu e despediu-se com um “God bless you”.
Por cá ficamos à espera que nos brinde mais vezes com a benção da sua voz que é sem dúvida de tirar o folego a qualquer um.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.