Nice – Um Mercado De Natal Com O Charme Da Riviera Francesa

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

Nice - Mercado de Natal

As palmeiras tomam o lugar dos pinheiros e o lounge de champanhe e ostras encontra-se no centro do Mercado de Natal de Nice. O advento adapta-se ao charme da Riviera Francesa. Do topo da roda gigante, sem necessidade de grandes agasalhos, tem-se uma vista deslumbrante do recorte da baía. Fizemos uma visita à turística cidade de Nice, este mês, para ver como recebem a quadra festiva.

Visitar Nice em Dezembro

O mercado de Natal, a ocupar  o Jardin Albert 1er, no coração da cidade, é a zona mais vibrante do mês. A Roda Gigante é visível de quase todos os pontos da cidade e torna-se inevitável entrar nos pequenos compartimentos que nos põem, literalmente, no céu! Concorre com esta atração, na entrada principal do mercado, uma árvore de natal gigante em que os visitantes se podem sentar em bolas, que andam à sua volta.

Um ringue da patinagem no gelo faz as delicias que quem ousa deslizar e para os mais pequenos, numa das extremidades do parque há um carrossel antigo, assim como uma zona de trampolins.

A casa do pai Natal é a zona mágica, onde se forma a maior fila do parque. Enquanto se espera, é possível ouvir os cantos tradicionais de um grupo de músicos, que anima a entrada, junto a uma fogueira.

Há venda de objetos artesanais e de produtos de qualidade da região. Numa praça central, a oferta gastronómica passa por especialidades locais como a Socca, feita com farinha de grão de bico. Há também degustação de gastronomia Suiça com o famoso fondue (ou adaptação para sandes) de queijo, aquecido e cremoso e enchidos. O vin chaud (vinho aquecido), a cerveja artesanal ou o chocolate quente são as bebidas mais solicitadas.

Promenade des Anglais

O passeio marítimo, com sete quilómetros, desde a colina do castelo ao aeroporto, é a mais importante atração turística da cidade. A cidade encontra-se abrigada do vento, pelos Alpes e, mesmo no inverno, são muitos os que se aventuram a descer à linha de água e dar um mergulho nas águas calmas do Mediterrâneo. As praias rochosas convidam à utilização de cadeiras, onde se pode desfrutar dos generosos raios de sol que fazem subir a temperatura, durante o dia. O por do sol, é o momento de eleição do dia, para aqui marcar presença.

Cidade Velha

O Centro Histórico de Nice é feito de ruas estreitas e antigas, onde encontramos pitorescas lojas. Foi nesta zona que encontrámos algumas das mais interessantes lojas de criadores locais. A oferta é diversificada, de roupa, a jóias ou cosmética. O bairro mantém a estrutura do século XVIII, de ruas estreitas, com duas zonas mais amplas, onde é possível encontrar maior animação: a Praça Garibaldi ou o Cours Saleya, o famoso mercado que tem lugar todas as manhãs. À noite, são os mais jovens quem procura esta zona e que marcam encontro nos cafés e bares.

Castelo de Nice – O Melhor Miradouro da Cidade

À semelhança de Lisboa, também Nice é conhecida pelas suas sete colinas. No parque do Castelo de Nice vai encontrar uma boa vista para a zona antiga da cidade. É daqui também que se consegue admirar as montanhas, nesta altura, já cobertas de neve. Num dos recantos há também uma cascata, que merece uma visita. A melhor vista, de onde se consegue o melhor postal da cidade, obtém-se no miradouro da Torre Bellanda. Mais uma vez, o horário do por do sol, é o mais interessante para esta visita.

Centro Cultural

A luz e a luminosidade desde sempre atraiu artistas à cidade. É no bairro de Cimiez, zona residencial, que se encontram alguns dos mais interessantes pontos de interesse cultural da cidade: o museu arqueológico e as ruínas romanas, o Museu Henri Matisse e o Museu Nacional Marc Chagall.  Admirável, continua o edifício Regina, escolha da rainha inglesa Victoria para sua residência de Inverno, no século XIX.

Pode ainda acrescentar a esta lista, uma visita à Catedral Ortodoxa Russa Saint Nicolas. Fica próxima da estação central de comboios e é o edifício religioso mais importante da Igreja Ortodoxa fora da Rússia. Testemunho do interesse dos czares em Nice, guarda, no seu interior, ícones, painéis de madeira e murais de grande beleza. A igreja recebeu, recentemente, obras de restauro.

Um contraste interessante, numa cidade em que é evidente algum fascínio pelo exótico.

Gastronomia

“Cuisine Nissarde – Le respect de Tradition” este é o letreiro que vai ter de procurar , quando quiser experimentar a gastronomia típica de Nice. A distinção é atribuída pelo Turismo de Nice, que visa promover a autenticidade desta cozinha. Reconhece os restaurantes que estão a recriar as receitas originais, com produtos de qualidade e de forma genuína. Trata-se de uma gastronomia saudável concentrada em vegetais, ervas aromáticas, especiarias e azeite.

A lista de restaurantes certificados encontra-se disponível no site do turismo de Nice e é possível encontrar ementas para todos os valores. O C&H teve oportunidade de visitar o Lou Pelandroun, um pequeno estabelecimento na zona da Libération. Frequentado essencialmente por pessoas locais, este é um restaurante de preço acessível, em que se pode saborear especialidades como petit farcis (legumes recheados), pan bagnat (sandes de atum), pissaladiere (massa com cebola caramelizada que pode levar anchovas), ratatouille (semelhante a um guisado de legumes) ou gnocchi (massa italiana popular em Nice).

Parque Phoenix

Já muito próximo do aeroporto, há um jardim botânico e zoológico, com grande biodiversidade. Uma das principais atrações é a grande estufa, com climas tropicais e várias espécies de aves, incluindo flamingos cor de rosa. Este ano, até ao final de fevereiro, decorre neste parque, depois do sol see por, um Festival de Lanternas Chinesas que merece muito uma visita.

Informações Úteis

Nice é uma cidade que se visita, de forma descontraída, a pé. Tem uma boa rede de transportes públicos, com o metro de superfície a chegar aos principais pontos de interesse. Para quem está de visita à região e pretenda combinar entradas em locais turísticos (museus, exposições ou parques) com meios de transporte alternativos (hop on, hop off, segway, bicicletas, entre outros) pode adquirir o Passe da Riviera Francesa. Encontra-se disponível nas modalidades de 24, 48 ou 72 horas e pode ser adquirido online ou nos postos de Turismo.

O C&H teve o apoio do Turismo de Nice na visita à cidade.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.