Musical Mary Poppins Para Ver No Casino Estoril Nos Dias 12 E 13 De Junho

A divertida e talentosa ama Mary Poppins vai tomar conta do palco do Salão Preto & Prata do Casino Estoril, nos próximos dias 12 e 13 de junho, pelas 18h00, numa produção do Alma Studio, de Vera Alves.

O musical de Vera Alves vai buscar inspiração ao livro de P.L. Travers de 1934 e ao filme da Walt Disney de 1964 e tem como lema: “Se quisermos, tudo pode acontecer!”

No musical, Bert, homem de vários ofícios, como limpa-chaminés e artista de rua, convida-nos a entrar na carismática Londres de 1910 e, mais especificamente, na casa dos Banks. Uma família disfuncional, onde os filhos (Jane, Emily, Laura, Alice, Kelly, Emma, Tom, Michael e Jody) acabam de provocar a demissão de mais uma ama (Katie Nanna), justificando tratarem-se de crianças irremediavelmente mimadas e mal comportadas. Com um pai banqueiro (George Banks) dedicado apenas ao trabalho e uma mãe (Winifred Banks) distraída e voltada para a defesa dos direitos das mulheres, as crianças estão carentes, e contam apenas com a atenção das sucessivas amas e das dedicadas empregadas da casa (Cook e Housekeeper).
Um dia, em resposta a um anúncio redigido pelos próprios filhos, surge dos céus a voar com o seu guarda-chuva, uma nova e mágica ama, Mary Poppins. Ela e o seu amigo Bert vão guiar as crianças ao longo de uma viagem de aventuras mágicas e de aprendizagens.
A influência de Mary Poppins acaba por ir mais longe e ensinar aos Banks a serem uma família e a valorizarem-se uns aos outros.
Entre as sequências mais criativas, conta-se o momento em
da Loja Corry’s Sweet Shop, onde as personagens (Corry, Lorry, Molly, Lolly e Jolly) levam as crianças a descobrir a divertida e desconcertante palavra, cujo título da canção ficou na história, “Supercalifragilisticexpialidocious”.
O musical contém uma série de mensagens que se exprimem no imaginário e através da magia. Tuppence (trocos, moedas, migalhas), expressão que significa em várias cenas marcantes, como a do “Feed the birds”, que para amar não é preciso muito, e que custa tão pouco fazer a diferença na vida das pessoas …

O espetáculo reúne uma estória encantadora, com canções inesquecíveis, números de dança deslumbrantes e um elenco surpreendente.

Vera Alves dirige, encena, é coreógrafa e dá a vida a Mary Poppins, a seu lado vão estar Paulo Chemela (Bert), Maya Attinello (Winifred, Mrs. Banks), António Cabral (George, Mr. Banks), Margarida Alberty (Uncle Bert e Lady Bird), Maria Castro (Cook e Lorry), Romi Efrat (Housekeeper e Lolly), Madalena Teixeira Bastos (Katie Nanna e Molly), Filipa Craveiro (Laura), Aruna Stern (Jane), Alice Engdahl (Alice), Tomás Carvalho (Tom), Sofia Urgelles (Emma), Jessica Crossland (Emily), Cosme Vega (Michael), Yulie Efrat (Jody), Kali Attinelo (Kelly), Jorge Leal Cardoso (Mr Dawes Snr.), Tom Efrat (Policia e Mr Dawes Jr.), Nuno Teixeira Bastos (Tartaruga e Jolly), e Sofia Peixoto (Mrs Corry).

Destaque ainda para a participação da Soprano Agnès Parlange no tema “Feed the Birds”, da Escola de Dança Alma Studio, da Escola de Dança Eva Vieira de Almeida e da Escola de Dança da Sociedade Musical de Cascais.

O espetáculo tem uma vertente solidária e as verbas vão apoiar o projecto do Butterfly – Art Studio & After School Activities, no Cambodja. Os bilhetes estão à venda online, pontos de venda habituais e na bilheteira do casino, e custam entre 10 e 16 euros. De referir que a peça está classificada para maiores de 3 anos, entrando as crianças por uma porta lateral.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.