Musical Entre O Céu E A Terra Fala De Fé, De Acreditar E De Maria

Muitas das pessoas que se deslocaram ontem ao Coliseu dos Recreios para ver o musical Entre O Céu E A Terra esperavam assistir a um espetáculo que contasse a história de Fátima, dos pastorinhos e de Maria, mas o que encontraram foi um espetáculo que foi muito mais além.

Entre O Céu E A Terra fala-nos do corropio do dia a dia, do andarmos sempre com pressa sem apreciar, da Fé, fala do acreditar, da amizade, do ajudar os outros, da solidariedade, da força e da capacidade dos seres humanos de lidar com os obstáculos e com os problemas, e de como encontram força e ajuda em Maria e da sua capacidade de perdoar.

A narrativa tem lugar nos dias de hoje, entre guerras longínquas sem sentido, nas organizações de voluntariado; e famílias separadas geograficamente porque alguém parte em busca de um salário e uma vida melhor para os seus, que ficam para trás, agarrados às lembranças e à Saudade, ao momento em que tudo termina e é hora de agradecer, pelos regressos, pela vida, pela força e coragem, a Maria.

Entre o dia a dia, narrativas, e peregrinações o climax da história dá-se na Procissão das Velas, em que os devotos agradecem a Maria os seus finais felizes, a sua força, o regresso a salvo para junto dos seus.

A história de Fátima e dos Pastorinhos, estão sempre presentes ao longo da narrativa, mas de uma forma omnipresente, pois é em Fátima, em Maria e nos seu milagres, que as personagens vão encontrar força e amparo para enfrentarem as vicissitudes e as agruras da vida, em suma, na Fé em Maria.

Entre o céu e a terra de mão em mão …

Entre O Céu E A Terra estreou no passado dia 13 de outubro, em Fátima, e foi uma encomenda do Santuário, por ocasião do Centenário das Aparições, e é uma peça que não deixa ninguém indiferente, crente ou não.

Conta no vasto elenco de 19 artistas com nomes sonantes como Sofia Escobar, José Raposo, Fernando Gomes, Ana Regueiras, Beatriz Batista, Chris Santos, Clara Vieira, Gabriela Teixeira, Irma Dali, João A Guimarães, Luís David, Nuno Martins, Pedro Damião, Ricardo Ferreira, Tiago Araújo, Sara Lima, Vânia Blubird e Vasco Temudo, entre outros, que proporcionam grandes momentos musicais, acompanhados por uma excelente orquestra ao vivo.

A direcção musical é de Artur Guimarães, os texto e letras de Liliana Moreira, a encenação e coreografia de Joana Quelhas e a direcção de atores de Maria Henrique, numa produção da Elenco Produções.

O musical pode ainda ser visto no Coliseu do Porto, no próximo dia 3 de junho, às 21h30. Os bilhetes estão à venda no local e custam entre 17 e 25 euros.

Porque é que a lua não cai?
Porque é que a água é molhada?
Porque é que eu sou como sou?
na, na, na, na, na, nã
……

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.