Museu Do Calçado Abriu Hoje Em São João Da Madeira

Por Rosa Margarida (Texto e Fotos)

Portugal tem mais um museu, mais concretamente a zona de S. João da Madeira, que viu hoje ser inaugurado o novo Museu do Calçado, instalado na Torre de Oliva.

Numa cidade voltada para a produção de calçado a nível nacional e internacional, o Museu surge como retrato dessa história, evidenciando a criatividade, o design e a experiência, pretendendo, desta forma, tornar-se “um local de aprendizagem e experimentação que exige ao visitante uma postura interativa e de questionamento permanente”.

À entrada do Museu, numa antecipação da história que se segue, surge o sapato de cristal, preparando o visitante para o “Era uma vez…”: A Memória Industrial procura desvendar, com maquinaria e artefactos antigos, a forma como se desenhava, produzia e comercializava sapatos. A Sanjo, marca emblemática sanjoanense, tem também lugar cativo numa das vitrines expositivas.

o Túnel do Calçado – Viagem à História do Calçado: um ziguezaguear de corredores que revelam a história do Calçado, desde a pré-história, passando pela idade média, o século XIX até aos dias de hoje.

A Sala Designers e Marcas apresenta algumas das criações e produções de grandes marcas e estilistas da região, seguindo-se Sapatos Notáveis que se traduz numa exposição de sapatos de figuras públicas nacionais e internacionais e das histórias que os próprios associam a esse calçado, lançando ao visitante a pergunta “E os seus sapatos? Se falassem, que história contariam?”

Referência ainda aos Sapatos de Arte, verdadeiras obras de arte associadas ao calçado.

museu-calcado-005A exposição temporária inaugural tem como título Luís Onofre. Uma história de paixão, tradição e resiliência, e conduz o visitante numa viagem ao passado e presente de um dos mais conceituados criadores de calçado.

O museu pode ser visitado de terça a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, aos sábados, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e aos domingos e feriados das 10h30 às 12h30 e das 14h30 às 18h00.

O preço de entrada é de 2 euros. As visitas aos domingos de manhã são de entrada gratuita, e os bilhetes podem ser adquiridos no local.

A inauguração contou com o Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza e com o estilista Miguel Vieira.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.