Museu De Lisboa Reabre Ao Público No Dia Internacional Dos Museus

O Museu de Lisboa reabre no dia 18 de maio com novo horário e entrada gratuita até final do mês, em todos os núcleos: Palácio Pimenta, Santo António, Teatro Romano e Casa dos Bicos.

Nesta fase, o Museu de Lisboa reabre com um horário reduzido: todos os núcleos estão abertos das 11h00 às 17h00, de terça-feira a domingo, com a exceção da Casa dos Bicos, que está aberta no mesmo horário, mas de segunda a sexta-feira. A exposição Corpus Christi. A Procissão do Corpo de Deus por Diamantino Tojal, instalada no Convento da Graça, volta a abrir no dia 20 de maio.

Para assinalar o Dia Internacional dos Museus, o Museu de Lisboa propõe também um percurso pelas ruas da cidade, a decorrer no Facebook do Museu de Lisboa, a partir das 11h00, e da Câmara Municipal de Lisboa. O percurso escolhido foi «Fadistas, marinheiros, bandidos e devotos», e o ponto de partida é o Museu do Fado, “onde se fala de fadistas e do fado da rua, o Chafariz de Dentro é o ponto de partida antes de se entrar na Alfama dos marinheiros, piratas e bandidos e da vida bairrista. Um percurso que nos leva à devoção a Santo António, visível em diferentes locais por onde se passa e especialmente no Museu de Lisboa – Santo António, onde termina esta viagem”.

A reabertura acontece de acordo com todas as orientações da Direção-Geral da Saúde e da legislação em vigor relativas às medidas preventivas da pandemia da COVID-19, o que implica o uso obrigatório de máscara dentro dos edifícios, limitação do número máximo de visitantes, entrada de grupos com mais de cinco pessoas faseada e as atividades educativas a terem um limite máximo de oito participantes, devendo ser respeitada uma distância de segurança de 2 metros entre visitantes.

O Museu de Lisboa vai disponibilizar desinfetante para as mãos em todos os núcleos, em locais acessíveis, e usar preferencialmente o pagamento com cartão através dos terminais multibanco com tecnologia contactless.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.