Museu De Arte Popular Reabre Com Exposição Da Fotografia Ao Azulejo

Após mais uma fase de encerramento, o Museu de Arte Popular, em Belém, encontra-se reaberto ao público com a exposição Da Fotografia Ao Azulejo, que ficará patente até dia 1 de outubro de 2017.

A mostra convida à descoberta de Portugal e dos modos de representação da sua história e especificidades culturais, de caráter local ou regional, tomando como ponto de partida o azulejo e a imagem fotográfica que nele se reproduz ou, em muitos casos, se reinventa.

Este novo olhar sobre o azulejo constitui o culminar da pesquisa de José Luis Mingote Calderón (Museo Nacional de Antropología – Madrid), que, ao longo de diversos anos, desenvolveu pesquisa de terreno em Portugal.

painel-ovarOrganizada e inicialmente apresentada pelo Museu Nacional de Soares dos Reis, a exposição itinerou em Espanha, primeiro no Museo Etnográfico Provincial de León e mais recentemente no Museo Nacional de Antropologia, sendo agora apresentada no Museu de Arte Popular em Belém, complementada com uma seleção de peças das coleções constituídas pela equipa fundadora do Museu Nacional de Etnologia.

“A exposição marca ainda a reabertura ao público e o início de um novo ciclo do Museu de Arte Popular, vinculado à missão e ao programa do Museu Nacional de Etnologia, no contexto de um projeto equacionado por diversas vezes nas últimas quatro décadas mas que apenas agora se concretiza plenamente”, informou a tutela em comunicado.

A mostra pode ser vista de quarta feira a domingo, das 10h00 às 18h00. O bilhete pode ser adquirido no local e online, e custa 2,50 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.