Movimento Patrimonial Pela Música Portuguesa Anunciou Programa Para Os Próximos Meses

O Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa apresentou recentemente em Lisboa, a temporada para o último quadrimestre do ano. No total estão previstos 32 eventos com música de 64 compositores, 6 estreias, 6 novos cd’s, 6 partituras inéditas e 1 concurso de composição. Tudo isto em espaços como o Museu Nacional de Arte Antiga ou o Teatro Nacional de São Carlos, o Palácio de Seteais, em Sintra, o Convento de São Francisco, em Coimbra ou o Teatro Helena Sá e Costa, no Porto.

Destaque para as homenagens a António Fragoso, Joly Braga Santos e Bernardo Sassetti e celebram-se ainda Luís Tinoco, António Pinho Vargas ou Amílcar Vasques-Dias.

“Esta é uma temporada ambiciosa, que redescobre património esquecido, estimula a criação contemporânea, desafia o diálogo entre música e arquitetura e provoca a participação do público”, refere a organização.

A celebração dos 30 anos da Música em São Roque inclui um ciclo de 5 encontros de apreciação musical conduzidos pelo maestro Martim Sousa Tavares e com a presença do Ensemble MPMP.

Outra novidade é o Prémio Musa, que visa celebrar musicalmente o centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen. A iniciativa, desenvolvida em colaboração com o Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, procura distinguir a excelência musical da composição contemporânea e estimular e promover a língua portuguesa.

Um dos primeiros eventos do MPMP decorre no dia 24 de setembro, às 19h00, no Palácio Foz. O pianista Raúl da Costa apresenta um recital a propósito do lançamento do n.º17 da revista Glosas, com capa dedicada a Vianna da Motta.

O último concerto da temporada acontece em Sintra, no dia 16 de dezembro, no São Nobre do Palácio de Seteais, às 19h00, com o terceiro concerto do Ciclo Proximidades.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.