Mostra A Língua Portuguesa Em Nós Para Ver No MAAT

A exposição A Língua Portuguesa em Nós, com consultoria do músico e ensaísta brasileiro José Miguel Wisnik, chegou ao Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), depois de ter sido exibida em São Paulo, Cabo Verde, Angola e Moçambique.

A exposição propõe um passeio pela presença da língua portuguesa no mundo, acompanhando a expansão do idioma e as suas relações com a cultura, bem como a sua presença nos ritmos, na literatura, na gastronomia.

Patente na Central Tejo, até 21 de outubro, a exposição pode ser visitada entre as 11h00 e as 19h00. O preço normal dos bilhetes é de 5 euros, havendo descontos para estudantes, séniores e grupos.

No âmbito da exposição, o MAAT apresenta hoje, às 18h30, o filme O Calvário de Joceline, a trajetória de três mulheres, baseado nos acontecimentos reais aquando do desabamento do edifício sede da Direção de Investigação Criminal em Luanda, em 2008.
Segue-se, no dia 20 de outubro, pelas 16h00, a sessão O Dia em que as Cartas Pararam, de Cláudia Clemente, baseada no romance A Casa Azul. A realizadora Cláudia Clemente participará, após a sessão, num debate em que abordará a experiência de transpor o livro para a linguagem cinematográfica, entre outros temas.

No dia 21 de outubro, às 16h00, será exibido A Felicidade de Margô, De Mauri?cio Acharto d’Almeida Ec?a, adaptado da cro?nica do me?dico e escritor Dra?uzio Varella. A sessão é seguida de debate com Léa Teixeira, moderado por Ana Sousa Dias, que falará sobre a angariação de apoios para o Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, estratégias de alargamento do circuito de exibição, de atração do público e dos principais resultados e desafios do setor audiovisual e da sua relação com a língua.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.