MONSTRA 2019 Arranca Amanhã Em Lisboa Em Modo De Pré-Festival

De 20 a 31 de março, o melhor cinema de animação vai passar pela MONSTRA – Festival de Animação de Lisboa, que já vai na sua 18ª edição. Este ano estão previstos mais de 550 filmes, entre longas, curtas e curtíssimas, oriundos de 50 países dos 5 continentes.

Este ano, o destaque vai para a homenagem ao cinema de animação do Canadá, com 15 sessões de filmes deste país, com retrospetivas a trabalhos de realizadores como Norman Mclaren, Frédéric Back, Caroline Leaf e uma grande retrospetiva ao National Film Board of Canada, a produtora de cinema independente canadiana que este ano completa 80 anos.

A competição internacional de longas-metragens vai ser composta por 7 filmes, 6 dos quais são estreias nacionais. Mirai, do japonês Mamoru Hosoda, tem estreia no festival e conta a estória de um menino que encontra um jardim mágico que lhe permite viajar no tempo e conhecer os seus antepassados. Este filme está nomeado para os Óscares 2019 como Melhor Filme de Animação e teve estreia no passado Festival de Cannes.

A MONSTRA conta ainda com as secções competitivas de Curtas-metragens, filmes de Estudantes, Curtíssimas (filmes até 2 minutos) e Monstrinha, a secção do Festival dedicada ao público mais novo.

Música, Cinema de Animação e Poesia

A música também vai estar em destaque na edição deste ano. O músico Pierre Kwenders, canadiano nascido no Congo, regressa a Portugal para um concerto na Sala 2 do Cinema São Jorge, acompanhado com animação ao vivo pelo ilustrador António Jorge Gonçalves.

“As Quatro Estações de Vivaldi” vão ser tocadas ao vivo pela Escola Superior de Música de Lisboa, enquanto os alunos das universidades de animação de Tóquio executam um software que permite sincronizar imagem e música ao vivo, desenvolvido em parceria com a Yamaha.

Na secção JazzAnim, um programa que se realiza no Hot Clube de Portugal, várias curtas vão são musicados ao vivo pelos alunos desta escola. O coletivo Lisbon Poetry Orchestra também vai estar na MONSTRA para um concerto de música com poesia e cinema de animação com filmes exclusivos de alunos da Escola Superior de Artes e Design, das Caldas da Rainha. Vai realizar-se ainda um concerto de scratch digital, com um animador a desenhar ao vivo sobre película.

MONSTRINHA: um programa a pensar nas famílias

Outro dos destaques deste ano é a antestreia de The Queen’s Corgi, um filme de aventuras cujo protagonista é o cão de estimação da Rainha de Inglaterra. O realizador Ben Stassen vai estar em Lisboa a apresentar esta longa, cuja estreia comercial está agendada para o dia 4 de abril.

Além desta antestreia, nos dois fins de semana que abrangem o período do festival vai haver muitos filmes para Pais e Filhos: uma homenagem ao famoso Mickey Mouse, na Cinemateca Júnior, um novo espaço nesta edição do Festival; o italiano Leo Da Vinci – Missão Mona Lisa, no ano em que se celebra os 500 anos sobre o falecimento de Leonardo Da Vinci, homenageia as suas invenções e descobertas com uma abordagem para toda a família; curtas canadianas para os mais novos; Baby Monstra (sessões de entrada livre para crianças até aos 3 anos) e ainda workshops de animação para pais e filhos.

A MONSTRA volta a ter sessões nas escolas e para as escolas da grande Lisboa, com uma programação a pensar no público mais novo: a MONSTRINHA. E a pensar nos estudantes mais velhos, programa a MONSTRA Universitária.

Exposições no Museu da Marioneta e Sociedade Nacional de Belas Artes

Em parceria com o Museu da Marioneta, a MONSTRA apresenta a exposição A Magia dos Estúdios Aardman. Esta é a primeira exposição em Lisboa dedicada ao trabalho da Aardman, estúdio britânico responsável por filmes e séries de TV como Wallace e Gromit, Creature Comforts, Timmy Time, A Fuga das Galinhas, Morph e A Ovelha Choné e A Idade da Pedra.

Na Sociedade Nacional de Belas Artes vão ser exibidas 5 exposições: os 25 anos de trabalho conjunto dos realizadores Regina Pessoa e Abi Feijó; os objetos do projeto “4 Estados de Matéria” de Miguel Pires de Matos; uma homenagem ao realizador canadiano Norman McLaren com quatro instalações de autores contemporâneos; e Scratch (triptyque-3) realizado por Pierre Hébert.

O Festival MONSTRA apresenta sessões no Cinema São Jorge, Cinema City Alvalade, Cinema Ideal e Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema e sessões Monstrinha para escolas em mais de 100 escolas dos concelhos de Lisboa, Almada, Sintra, Barreiro, Salvaterra de Magos, Ferreira do Alentejo, entre outros.

Os bilhetes podem ser adquiridos no Cinema São Jorge e Cinemateca.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.