MNAC assinala o Centésimo Aniversário

mnacNo ano em que celebra o seu Centésimo Aniversário desde que abriu ao público, o Museu Nacional de Arte Contemporânea – MNAC vai promover em junho e julho três mesas redondas dedicadas aos públicos do museu ao longo dos últimos cem anos.

A primeira das mesas redondas, abertas ao público, vai ter lugar no sábado 28 de junho, às 17h00, e vai incidir sobre o público do MNAC no início do século XX e conta com as participações de Maria Aires Silveira, Pedro Lapa, Sandra Leandro e Cristina Azevedo Tavares e moderada por David Santos).

No dia 5 de julho, também às 17h00, o tema será “Os Públicos do MNAC (Acção e memória do serviço educativo)”, com Alberto Júlio Silva, Carlos David, Catarina Moura, Flávia Violante, Joana Ramôa e Marta Ornelas (moderação: Adelaide Ginga), e no dia 12 de julho, 17h00 terá lugar a última mesa redonda, subordinada ao tema “Os Públicos do MNAC (Fim do século XX e início de XXI)”, com a particpação de Raquel Henriques da Silva, Pedro Lapa, Helena Barranha, Paulo Henriques e David Santos e moderada por Delfim Sardo.

A par das mesas redondas vai ter lugar a Feira do Livro MNAC-MC “com descontos até 75% em catálogos e outras edições do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado”.

O Museu Nacional de Arte Contemporânea abriu ao público a 28 de Junho de 1914, e reabriu a 12 de julho de 1994, depois do Incêndio do Chiado em 1988, e prepara-se agora para uma nova fase com a ampliação anunciada..

 

Texto de Catarina Delduque

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.