Misty Fest Divulgou Mais Nomes Para O Cartaz Deste Ano

A 9ª edição do Misty Fest, que terá lugar entre 30 de outubro e 25 de novembro, acrescentou um conjunto de nomes à programação já anunciada para a edição deste ano.

O grupo de música instrumental brasileira PianOrquestra é a mais recente confirmação do festival, e traz Luísa Sobral como convidada especial. A formação é composta por “10 mãos e um piano preparado”: o consagrado pianista Claudio Dauelsberg, as pianistas Mariana Spoladore, Priscila Azevedo e Anne Amberget e a percussionista Masako Tanaka; e produz “música instrumental brasileira como nunca ninguém viu ou ouviu”.

Os concertos estão marcados para dia 6 de novembro no CCB, 9 de novembro no Convento de São Francisco em Coimbra, e a 12 de novembro na Casa da Música no Porto.

Outra presença já confirmada é a do pianista, compositor e arranjador parisiense CHASSOL, discípulo da escola minimalista de Steve Reich ou John Adams como entusiasta da cultura pop, este parisiense gosta de afastar dos caminhos mais percorridos. Também trabalhou em publicidade e realizou várias músicas para cinema. Os concertos estão agendados para dia 15 de novembro no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa e a 17 de novembro atua no Convento de São Francisco, em Coimbra.

Confirmada também está a multi-instrumentista Anna von Hauswolff – ela é cantora, pianista, organista e, ainda, compositora – apresentará o seu mais recente trabalho, Dead Magic, a 1 de novembro no Teatro Tivoli BBVA em Lisboa, a 3 de novembro no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, e a 4 de novembro na Casa da Música no Porto.

Para além destas datas, vão ter lugar também alguns concertos no Teatro São Luiz em Lisboa, enquadrados no festival. O guitarrista Francisco Sales a 5 de novembro, a cantora Beatriz Nunes no dia seguinte; o pianista parisiense Chassol a 15 do mesmo mês; e, finalmente, a jovem (23 anos!!) trompetista e cantora oriunda de Barcelona Andrea Motis no dia seguinte.

Estes concertos junta-se às presenças já confirmadas de Scott Matthew – 31 de outubro na Casa da Música no Porto, a 2 de novembro no Theatro Circo em Braga, e a 4 de novembro no Tivoli BBVA em Lisboa – e do contrabaixista israelita Avishai Cohen – 20 de novembro na Casa da Música, a 21 no Convento de São Francisco em Coimbra, e a 22 no Centro Cultural de Belém (CCB) em Lisboa.

Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais e custam entre 20 e 22 euros e entre 12 a 25 para os concertos no São Luiz.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.