MIMO Anima Amarante De 15 A 17 De Julho

A cidade do Tâmega foi a escolhida para receber a primeira internacionalização do MIMO Festival, que de 15 a 17 de julho, vai animar a cidade com mais de 30 eventos, em vários palcos espalhados por toda a cidade, e com entrada gratuita.

O MIMO apresenta nomes como Pat Metheny & Ron Carter, o brasileiro Tom Zé, o guitarrista maliano Vieux Farka Touré (filho do lendário Ali Farka Touré), o mestre da guitarra portuguesa Custódio Castelo, Egberto Gismonti, Mário Laginha e Pedro Burmester; o brasileiro Hamilton de Holanda e O Baile do Almeidinha com Silvia Perez Cruz, Miguel Araújo e Mário Lúcio Sousa como convidados; o Maestro António Victorino d’Almeida estreia uma peça de homenagem a Amarante acompanhado pela Orquestra do Norte e o pianista Delfim Carvalho; e ainda DJ Marcelinho da Lua, João Fênix, Aline Paes, Banda de Amarante, e os angolanos Kiezos e Next.

Estes são alguns dos artistas que vão passar pelas Igrejas de São Gonçalo e São Pedro, Museu de Amadeo de Souza-Cardoso, Parque Ribeirinho junto ao Rio Tâmega, Centro Cultural (antiga cadeia), Casa da Portela e Sala Teixeira Pascoaes.

Na área do cinema, o Mimo vai apresentar três mostras de filmes no Cinema Teixeira de Pascoaes: uma de homenagem aos 80 anos do artista brasileiro Tom Zé (considerado um dos percursores do Tropicalismo), outra com os melhores filmes exibidos nos últimos anos do festival no Brasil e uma terceira que reúne produções inéditas dedicadas a Portugal e França.

A vertente educativa vai ter lugar no Centro Cultural de Amarante e apresenta workshops musicais, como: “Caprichos – Desafio Instrumental”; “Processos Criativos Na Música Eletrónica”; “Os Ritmos do Baile”; oficinas e uma masterclass conduzidas por Vieux Farka Touré, Hamilton de Holanda, Marcelinho da Lua, Marcelo Caldi, Xande Figueiredo e Guto Wirtti, Bernardo Aguiar e Edu Neves, e ainda uma Masterclass  de piano por Pedro Burmester.. O acesso é gratuito, mas obriga a inscrição prévia aqui.

O Fórum de Ideias pretende promover o debate, a reflexão e a troca de conhecimento sobre as inúmeras possibilidades de se fazer e pensar a arte e contará com a presença de Tom Zé e Mário Lúcio Sousa.

Destaque ainda para a Chuva de Poesia, no dia 17 de julho – pelas 17h30, no Pátio da Igreja de São Gonçalo, com milhares de versos de poemas impressos em pedaços de papéis coloridos a serem lançados do alto da torre da igreja, numa homenagem a grandes nomes do surrealismo português e às influências na  poesia de Teixeira de Pascoaes, Mário de Sá-Carneiro, António Maria Lisboa e Mário Cesariny.

O MIMO Festival tem como promotores a Região de Turismo do Porto e Norte de Portugal, a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa e Câmara Municipal de Amarante.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.