Mexefest Anima a Avenida da Liberdade a 27 e 28 Novembro e Já Tem Cartaz Fechado

mexefest_apresentacao

Foram ontem apresentadas as últimas novidades do Vodafone Mexefest, o festival que vai tomar conta da Avenida da Liberdade nos dias 27 e 28 de novembro.

Artistas emergentes para descobrir, novas tendências para explorar e espaços inesquecíveis fazem com que esta seja uma experiência a não perder ainda este mês. Tal como foi referido durante a apresentação, este é, cada vez mais um festival cultural e por essa razão, foram introduzidas novas iniciativas que vão cruzar a música com outras artes.

O cartaz e os horários já estão disponíveis e há novidades em relação aos espaços: o regresso do Teatro Tivoli BBVA, o Tanque (antiga piscina do Ateneu Comercial de Lisboa) e a Sala 3 do Cinema São Jorge.

Neste último espaço é lançado um novo desafio, tanto ao público como aos próprios músicos: o Vodafone Blackout Room, onde irão ter lugar concertos na escuridão total, elevando assim a experiência sensorial deste Festival. Mantêm-se os espaços de edições anteriores: Cinema São Jorge – Salas Manuel de Oliveira e Montepio, Sala Super Bock – Garagem EPAL, Sala Delta – Palácio Foz, Estação Vodafone FM – Estação Ferroviária do Rossio, Ateneu Comercial de Lisboa, Sociedade de Geografia de Lisboa, Coliseu dos Recreios, Igreja de S. Luis dos Franceses, Casa do Alentejo e o Vodafone Bus.

O Cartaz

As mais recentes confirmações, que vêm completar o cartaz são: Beautify Junkyards, Best Youth, Cave Story, Ciência Rítmica Avançada (curadoria por Rui Miguel Abreu): Bison & Squareffekt, Roger Plexico, Nerve e Dj Firmeza, Coletivo Bomba de Oxigénio: Tiago Santos, Carlos Cardoso, Ricardo Guerra e Mary B, El Salvador, Flamingos, Holy Nothing, Jenny Hval, Meu Kamba Live, Pás de Probléme, Rita & O Revólver, Salvador Sobral, San Holo, The Babe Rainbow, The Sunflowers. Muitos nomes nacionais, reforçando a aposta na música portuguesa do Festival, e as estreias no nosso país de Jenny Hval, San Holo e The Babe Rainbow.

benjamin_clementineJá anteriormente confirmados e muito aguardados pelo público será o regresso de Benjamin Clementine, desta vez ao Coliseu de Lisboa. O artista inglês que tem estado em grande destaque nos últimos tempos, e tem já um LP editado, At Least For Now, saído em Janeiro deste ano. Regressa também um grandes ícones pop do século XXI: Peaches, que acaba de lançar o álbum RUB.  Outra das estrelas do cartaz será o canadiano Patrick Watson, que está a cumprir uma década de carreira e se tornou numa figura da música independente mundial.

Um dos palcos de maior sucesso nas edições do Festival é o Vodafone BUS. Este autocarro, que assegura as viagens pela Avenida da Liberdade, entre o Marquês de Pombal e os Restauradores, transporta também música ao som dos concertos de novos artistas: The Sunflowers no dia 27 e Pás de Problème no dia 28.

 

Roteiros Vodafone Mexefest

Uma das novidades desta edição são os os Roteiros feitos por cinco personalidades convidadas. Em comum têm uma enorme paixão pela música e um conhecimento profundo do festival. Estas personalidades vão construir e partilhar o seu roteiro com o público através da app do Festival, ao mesmo tempo que trarão a sua “arte” para este projeto.  Assim, Inês Meneses, radialista e comunicadora vai escrever um texto que será projetado na Praça dos Restauradores, junto à Grafonola Vodafone Mexefest sob o tema ‘A música mexe na cidade’;

Joaquim Quadros, locutor de rádio e especialista em música indie vai sugerir músicas de novas bandas portuguesas, que podem ser descarregadas gratuitamente através de QR Codes disponíveis no Estúdio Vodafone FM;  Rui Miguel Abreu, jornalista, radialista e divulgador de música nova associa-se com o Mercado de Música Independente, uma iniciativa promovida por si com a Junta de Freguesia de Santo António, que tem lugar nos dias do Festival, entre as 12h00 e as 19h00, no Picadeiro Real do Antigo Colégio dos Nobres, espaço integrado no Museu de História Natural e da Ciência.

Durante as tardes do festival haverá showcases  e as editoras presentes oferecerão 10% de desconto a todos os portadores de bilhete para o Festival. Paulo Segadães, fotógrafo, realizador e baterista de The Legendary Tigerman apresenta, pela Avenida, entre a Praça dos Restauradores e o Cinema São Jorge, fotografias de sua autoria, integradas numa série intitulada ‘A música mexe na cidade’, colocadas em mupis especiais.

André Tentúgal, realizador e mentor dos We Trust vai realizar uma curta-metragem, que será exibida na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge, nos intervalos entre os concertos Integração dos roteiros.

151028_MAPA_VDFMXF15

Informações úteis:

A distribuição dos artistas por dias e salas e os horários de todas atuações já estão disponíveis no site oficial e na app Vodafone Mexefest.

De volta estarão também os Vodafone Shuttles para assegurar e facilitar a circulação entre as várias salas. A utilização é gratuita para quem tenha pulseira do Festival.

Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais e custam 45 euros até ao dia 26 de novembro e 50 euros nos dias do Festival.

É obrigatória a troca por pulseira a colocar no próprio, no Coliseu de Lisboa. De forma a minimizar tempos de espera, esta pode ser feita logo a partir dia 26 de novembro.

Por Tânia Fernandes (Texto e Foto)
Foto de Benjamim Clementine de António Silva

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.