Metalheart É O Grande Vencedor Do FUSO

Numa edição exclusivamente online, foram divulgados os vencedores da Open Call da 12ª edição do FUSO – Anual de Videoarte Internacional de Lisboa, com o Prémio Aquisição Fundação EDP/MAAT atribuído à obra Metalheart, de Welket Bungué.

O prémio, no valor de 2500 euros, foi atribuído a Metalheart pelo despojamento que o mesmo apresenta na sua abordagem visual e sonora, mas também por uma qualidade poética marcadamente crua que o mesmo aporta na sua reflexão ao tema proposto para este ano: ‘Diversidade. Adversidade’.

O júri distinguiu, com uma Menção Honrosa, a obra Hello Tomorrow, de Nuno Cera, “ pela narrativa visual intimista e fluída que o vídeo constrói sobre a interrogação do tempo do futuro”

O Prémio Incentivo Restart, resultado da votação pelo público, foi atribuído a Letters to Nowhere, de Kopal Joshy. 

O Open Call da 12ª edição do Festival Fuso recebeu para esta edição 176 candidaturas, de entre as quais foram selecionadas pelo diretor artístico do Festival, Jean François- Chougnet, 17 obras de artistas portugueses e estrangeiros a viver em Portugal. 

Os vídeos vencedores da Open Call, assim como os programas curatoriais, podem ser vistos no site do FUSO até à meia-noite de 6 de setembro.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.