Mercados De Natal Por Essa Europa Fora

Reportagem de Alexandra Gil (Luxemburgo) e Tânia Fernandes (Munique e Salzburgo)

Os Mercados de Natal do Centro e Norte da Europa são uma das principais atrações para uma viagem nesta época do ano, o C&H deixa-lhe aqui algumas sugestões do que espera o viajante, que deseja ir descobrir e viver o espírito natalício de outras paragens: Luxemburgo, Salzburgo na Áustria e Munique na Alemanha.

Começamos pelo Luxemburgo, aqui os mercados de Natal são muito importantes, e alguns dos maiores e mais bonitos da Europa, havendo vários espalhados por toda a cidade, desde meados de novembro até ao Natal.

É no Boulevard Roosevelt, principal artéria da cidade do Luxemburgo, que o Natal dá mais nas vistas, deixando quase em segundo plano o muito alto e majestoso memorial às vítimas da Grande Guerra. Quando a noite cai, as luzes acendem-se e a festa começa. À entrada, os mais pequenos saltam presos a elásticos, antes de subirem ainda mais alto na roda gigante que domina o espaço.

Como o frio aperta, nada como fazer uma pausa nas barraquinhas que oferecem especialidades locais como o vinho quente com especiarias ou um chocolate bem fumegante. Saciar o apetite é outra sugestão. Pão de gengibre, salsichas e muita doçaria tornam a escolha difícil neste mercado natalício, onde – como manda a tradição – reinam os senhores de barbas brancas vestidos de vermelho, as renas e algumas figuras do presépio.

Numa barraca, avista-se fogo, ao redor do qual repousam alguns salmões, mostrando o processo da fumagem. Gorros, cachecóis e luvas fazem parte dos presentes que podemos aqui encontrar – acessórios, aliás, muito apropriados para sobreviver à temperatura negativa, só esquecida graças ao calor do espírito da quadra.

À espera dos visitantes estão ainda outras barracas de madeira, onde se vende artesanato em madeira ou vidro, velas, artigos religiosos e, claro está, enfeites de Natal. Algumas ruas depois, chegamos à Place d’Armes, uma das mais importantes e centrais praças da cidade, onde o Natal também é celebrado em grande estilo.

À hora de almoço, muitos são aqueles que aqui param para uma refeição nas mesas de madeira corridas. Um cachorro é uma boa escolha e uma caneca de vinho quente a acompanhar, então, é remédio santo para evitar constipações e dar energia para o resto do dia de trabalho.

Tal como no Boulevard Roosevelt, também aqui se multiplicam as barracas de madeira com os mais diversos artigos. Bebidas, produtos alimentares, bolas douradas, pais natais e gorros vermelhos fazem as delícias dos transeuntes que, caída a noite, se multiplicam para comprar presentes ou simplesmente para um curto passeio antes do regresso a casa.

Os mais pequenos não resistem ao carrossel onde, indiferentes ao frio, os cavalinhos coloridos rodam sem parar; enquanto do outro lado o cariz religioso da época se mostra num presépio, que anima as objetivas dos turistas.

Munique é um gigante mercado de Natal a céu aberto. As principais praças da cidade ficam completamente descaracterizadas pela verdadeira invasão de casinhas de madeira, onde se vendem decorações de natal, artesanato, produtos regionais para além dos comes e bebes. As diversões para as crianças fazem parte desta envolvente, com a pista de gelo e demais atrações a fazer subir a adrenalina.

As principais concentrações acontecem na Karlsplatz, onde a grande fonte desaparece para dar lugar ao ringue da patinagem, na Marienplatz, que habitualmente já reúne muitos visitantes às 11h e às 17h para ouvir o carrilhão da torre do relógio da Neues Rathaus tocar e assistir à movimentação dos pequenos bonecos se encenam  dança do tanoeiro e no Viktualienmarkt, o grande mercado da cidade que nesta época se veste de vermelho.

Salzburgo, a pequena cidade Austríaca impregnada de poesia e romantismo também vê as suas ruas invadidas de Pais Natais e renas. Com os Alpes em cenário de fundo, torna-se mágica com a animação natalícia. A Domplatz e a Kapitelplatz recebem um monumental mercado de natal, onde os visitantes convivem, compram lembranças e degustam as mais saborosas iguarias austríacas. Fora da cidade, no Palácio Hellbrunn Wasserpiele, há também mercado com direito a palco onde decorrem espetáculos de música tradicional. Um pequeno jardim zoológico com animas da quinta faz as delicias das crianças, que acompanhadas pelas famílias se podem aquecer à volta de uma grande fogueira. No centro do recinto e rodeada de bancos de palha, permite também aquecer umas salsichas. Gwandhaus, a casa onde foram filmadas muitas cenas do filme “Música no Coração” alberga também um mercado de Natal, com peças mais nobres. É também possível ver uma pequena exposição de trajes tradicionais.

O frio não parece incomodar os convivas destes espaços, a céu aberto. Agasalhados da cabeça aos pés, comem, bebem e divertem-se, imunes às temperaturas negativas, aquecidos pelo espirito natalício.

O C&H viajou para o Luxemburgo a convite da Easyjet

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.