MEO ARENA recebe Música em Degradé: Da Ópera ao Rock a 20 de Novembro

Reportagem de Elsa Furtado e Teresa Leal

musica_degrade-002Música em Degradé: Da Ópera ao Rock é o nome do espetáculo que promete surpreender o Pavilhão Atlântico, no próximo dia 20 de novembro.

A soprano Elisabete Matos, o fadista Camané, Jorge Palma e a banda mais antiga em atividade do rock português – Xutos & Pontapés são os músicos que vão dar vida a este espetáculo, numa mistura de estilos e ambientes. Completam o cartaz os Dj’s Beatbombers e o Quarteto de Cordas Alis Ubbo Ensemble, que vão dar forma ao “degradé”.

Mas afinal o que é isto da Música em Degradé? A Música em Degradé é o primeiro grande projeto musical da Let’s Help, “que é uma organização sem fins lucrativos dedicada ao empreendedorismo social e que surge como um fundo de investimento social, angariando fundos através de eventos e de muitos outros projetos”.

musica_degrade-003

E é dentro deste contexto que surge os Concertos em Degradé, que se pretende que seja uma iniciativa anual, que combinam diferentes estilos musicais, como é o caso desta primeira edição, que concilia, ópera, fado, música pop e rock. A ligação entre os vários artistas e os vários estilos é feita pelos djs e pelo Quarteto de Cordas, que vão também os apresentar, segundo explicou ao C&H Luísa Jardim da Let’s Help, que referiu ainda ser este o primeiro projeto da organização.

Este primeiro concerto conta com o patrocínio dos CTT e os bilhetes vão custar entre 15 e os 40 euros, podendo ser adquiridos em qualquer loja CTT, revertendo depois o dinheiro para o apoio social.

A iniciativa foi apresentada ontem ao fim da tarde em Lisboa, na emblemática Loja CTT dos Restauradores, e contou com a presença dos músicos Elisabete Matos, Camané, Jorge Palma, Tim e Zé Pedro.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.