Mão Morta Apresentam Novo Trabalho Ao Vivo

28 setembro no Hard Club do Porto e 11 de outubro no LAV em Lisboa, são as datas de apresentação do novo trabalho dos Mão Morta. No Fim Era o Frio é editado a 27 de setembro, pela editora Rastilho records.

De acordo com a promotora, O disco No Fim Era o Frio apresenta-se como uma narrativa distópica onde conceitos como aquecimento global ou subida das águas do mar servem de ponto de partida e cenário para um questionar e decompor de diferentes paradigmas do quotidiano.
São paradigmas que nos rodeiam e com os quais nos relacionamos e que todos os dias replicamos – criando com eles uma familiaridade tal que nos impede, muitas vezes, de deles tomar verdadeira consciência –, desviados para um outro enquadramento onde a familiaridade ganha a estranheza que permite a sua perceção. Mas esta é uma perceção demencial, num horizonte ficcional que nunca sabemos se é real ou delirante e onde as composições criadas com os padrões deslocalizados da sua primitiva função dão novas vidas e leituras ao frio cosmológico e à solidão humana, aqui ecos de uma mesma inadaptação existencial e vazio afetivo.

Para além da apresentação em Lisboa e no Porto, Os Mão Morta passam também pelo Cineteatro Louletano, em Loulé, a 31 de outubro e chegam ao Luxembrugo a 9 de novembro, para um concerto no Kulturfabrik.

O bilhete simples para o concerto de Lisboa ou do Porto custa 15 euros. Há pacotes que combinam o disco com a entrada no concerto, a partir de 24 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.