Madeira inaugura Museu dedicado à Cana-de-Açúcar

getimage.ashxO Engenho da Calheta, fundado em 1901 e localizado na ponta oeste da Madeira, enriqueceu, recentemente, o seu espólio com a abertura de um espaço museológico no qual se apresenta uma das primitivas e importantes atividades produtivas da região: a cultura de cana de açúcar.

O Museu recria a história do engenho através da exibição de algumas peças dos séculos XIX e XX que aí se encontravam, sendo ainda exibido um filme bilingue sobre o processo produtivo da cana de açúcar.

A cana de açúcar teve como impulsionador e primeiro produtor o Infante D. Henrique. Com a concorrência dos açúcares de Espanha (Canárias), Brasil e África (São Tomé e Angola) a indústria açucareira madeirense entrou em decadência, estando os canaviais a ser hoje utilizados para a produção de aguardente e mel, produtos indispensáveis para a confeção de duas das mais apetecíveis experiências gastronómicas da região: o bolo de mel e a poncha.

 

Texto de Susana Gonçalves

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.