Luzes de Natal já brilham em Lisboa

natal_lisboa_5 (1)No sábado passado as iluminações de Natal voltaram a iluminar a baixa lisboeta, e vão animar aquela zona histórica diariamente até 6 de janeiro.

A cerimónia, que contou com um espetáculo de fogo-de-artíficio sobre o Arco da Rua Augusta, foi presidida por António Costa e sucedeu a apresentação do programa de festas natalícias, que teve lugar minutos antes, nos Paços do Conselho.

Acompanhado por Herman José e Pedro Abrunhosa – artistas convidados para a passagem de ano do Terreiro do Paço – o presidente da autarquia confessou que,  “Poupar nas iluminações foi um dos seus grandes erros e que acredita que o regresso destas vai animar não só os comerciantes, mas também a população, trazendo mais esperança nestes tempos marcados pela crise”.

Para além das luzes coloridas, a cidade vai receber mais um espetáculo de vídeo mapping e animação 3D na fachada do Arco da Rua Augusta. Desta vez, o tema é um circo de luz, com atores filmados com animação de trapezistas e ginastas. Os Deolinda compuseram até um tema especialmente para o evento, que também conta com a participação de Nuno Markl. As sessões realizam-se entre 14 e 25 de dezembro, das 18h00 às 21h00, com intervalo de uma hora, à excepção da véspera de natal, em que acontece apenas a primeira.

Já os mais pequenos não vão resistir à Aldeia Natal montada no Parque Eduardo VII, onde renas, romanos, reis Magos e o Pai Natal fazem a festa até 6 de janeiro. Para facilitar a escolha dos tradicionais presentes, a cidade recebe ainda vários mercados. A Rua Augusta, o Parque das Nações e o Mercado de Fusão são alguns dos pontos escolhidos. A animação estende-se à música em locais como a Praça do Município e a Av. da Liberdade.

O ano encerra em beleza com o Up Lisboa 2014, que é como quem diz, o já tradicional reveillon no Terreiro do Paço. A partir das 22h00, lisboetas e visitantes podem despedir-se de 2013 ao som do DJ André Henriques e Herman José. Depois do espetáculo de fogo-de-artíficio, sobe ao palco – já no ano novo – Pedro Abrunhosa.

Reportagem de Alexandra Gil

 

 

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.