Lumina preencheu Cascais de arte e luz

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

lumina_04Cascais encheu-se de curiosos, no passado fim-de-semana, e o motivo não foi um qualquer cantor romântico, mas peças de arte. Lumina, o Festival da Luz, traçou um percurso constituído por obras de artistas internacionais pela vila de Cascais. As intervenções de luz e arte contemporânea conduziram os milhares de visitantes pelas ruas para contemplar ou mesmo interagir com as peças expostas.

Espanto, surpresa e curiosidade, foram algumas das reações dos que não resistiram ao apelo de re-descobrir o centro histórico, a baía de Cascais, visitar a cidadela ou atravessar o Jardim Marechal Carmona à noite. Projeções nos edifícios, objetos iluminados, recriação de espaços, luzes a reagir ao toque, performance, foram algumas das abordagens criativas desenvolvidas.

Este festival, dedicado à arte da luz, tem feito sucesso em todo o mundo e acontece pela segunda vez em Portugal. A experiência cultural é dirigida pela “O Cubo”, empresa fundadora desta iniciativa, que recentemente foi responsável pela projeção multimedia no Arco da Rua Augusta.

 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.