Luís Represas Distinguido Com O Prémio Pedro Osório Da SPA

A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) atribuiu a Luís Represas o Prémio Pedro Osório 2019, pelo seu último álbum Boa Hora, editado em maio de 2018. O Prémio Pedro Osório visa distinguir anualmente “o melhor trabalho discográfico do ano transacto que possa resumir também a qualidade global de uma carreira.”

O álbum conta com 14 temas originais, entre os quais “Boa Hora” que dá nome ao disco e se apresenta como um “presente antecipado” para as celebrações dos mais de 40 anos de carreira de Luís Represas.

Produzido por Fred Ferreira, com dois temas de Manuel faria e Francisco Faria e algumas das letras a cargo de Jorge Cruz (Diabo na Cruz), o álbum conta com participações de Carlos do Carmo, Ivan Lins, Jorge Palma, Paulo Gonzo, Mia Rose e Stewart Sukuma.
Luís Represa, junta-se assim a nomes como Rão Kyao (2013), Pedro Abrunhosa (2014), José Cid (2016) e Júlio Pereira (2018), também eles distinguidos com o Prémio Pedro Osório.

Luís Represas, com Boa Hora, vai receber o prémio, no dia 13 de fevereiro, às 18h30, no Auditório Frederico de Freitas, na sede da SPA.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.