LU.CA – Teatro Luís de Camões Apresenta O Estado Do Mundo

O Estado do Mundo (Quando acordas) da companhia Formiga Atómica é a peça que o LU.CA – Teatro Luís de Camões, em Belém, apresenta até dia 28 de novembro.

Da autoria de Inês Barahona e Miguel Fragata, que também encena, a peça aborda a relação causa-efeito entre pequenos gestos do quotidiano e grandes consequências ambientais. A interpretação está a cargo de Edi Gaspar.

O Estado do Mundo (Quando Acordas) explora a relação de causa-efeito entre pequenos gestos e grandes consequências. Através de utensílios domésticos, aparelhos eletrónicos, bens essenciais do dia-a-dia de todos nós – eles próprios responsáveis pelas alterações climáticas – o espetáculo sublinhará uma ideia de paradoxo: entre aquilo que defendemos a respeito deste tema e a nossa incapacidade de abdicar de comportamentos do quotidiano.

Sublinha uma ideia de paradoxo, entre o que defendemos a respeito deste tema e a nossa incapacidade de abdicar de alguns comportamentos. Ao mesmo tempo que reflecte sobre esta pergunta: como criar um espetáculo profundamente ecológico?

Acompanha a peça uma série online, intitulada Isto não é uma brincadeira – a crise climática em 8 mini-episódios. “Criada como um convite para crescer em ativismo enquanto se decresce em consumismo, a série vai incluir conversas com especialistas e tutoriais para preparar refeições sem desperdício ou para fazer bombas de sementes, tudo condensado em vídeos curtos, publicados a partir de 10 de novembro nas redes sociais do LU.CA.”.

A peça está classificada para maiores de 6 anos e as sessões têm lugar aos sábados às 16h30, e aos domingos às 11h30 e 16h30.

Os bilhetes podem ser adquiridos no local e custam entre 1,50 e 3 euros para os menores de 18 anos e entre 3 e 7 euros para os maiores de 18 anos.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.