Loucos Por Matias Damásio Na Altice Arena

Reportagem de Madalena Travisco (texto) e Cláudia Travisco (fotografia)

Matias Damásio
Matias Damásio

Matias Damásio deixou o público louco a contar as luzinhas de telemóvel na maior sala de espetáculos de Portugal num dos momentos muito bonitos do concerto na noite de 24 de novembro.

O humilde, gentil, romântico e sonhador filho de Raúl e Deolinda Damásio, que tem na avó Augusta a fonte de inspiração, consolou o público que esperava o início do concerto com a bem humorada “Vim Devolver”. Daí para a frente, o concerto seguiu em crescendo numa arena repleta de gente que cantou, levantou braços, gravou e até rodopiou alegremente voltas de 360 graus do semba “Beijo rainha”.

Põe açúcar na passada (ewo)
Me dá scalinguindon (ewo)
Me encosta na parede (ewo)
Me dá kwankaram (ewo)
Me dá tchogolosa (ewo)
Ié tchogolosa wé (ewo)

“Boa noite. É um prazer muito grande (…) Eu sinto uma das músicas que eu escrevi: Não há palavras para descrever… Muito obrigado do fundo do coração”.

“Porquê (que tudo tem que ter um fim)” e muitas mais canções românticas ou alegres, êxitos como “I Want To Be Your Hero”, “Juro Por Tudo”, “Papá” (com homenagem ao pai), “Nada Mudou (I’ll Stay With You)”, “Matemática do Amor”,  entre tantos, e convidadas de luxo fizeram o pleno. Com Pérola “Só Para Te Abraçar”; com Áurea “Fecha a Porta”; com Vanessa Martín “Porque Queramos Vernos”; e com Mariza “Quem Me Dera”.

Numa atitude construtiva e generosa medida de boa disposição homenageou Angola e todo o povo angolano com “país nosso”: “Eu sou Angola, eu represento Angola nesta sala. Uma Angola de muito sofrimento e muitas dificuldades: Uma salva de palmas pela nossa pátria.

(…)Vou mostrar-vos uma nova terra
Agora sem guerra
Angola, do meu coração(…)

Bisou com “Loucos” (no encore) com todos a dançar e uma promessa de regresso: “Muito obrigado FAMÍLA! Até ao próximo FAMÍLIA!”

Mas o mundo nos chama loucos
porque falamos sozinhos na rua
nos chamam loucos
porque contamos estrelas no céu

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.