Fátima Como Tema Para Vários Livros

Numa altura em que as celebrações do Centenário de Fátima e a vinda do Papa Francisco a Fátima dominam as notícias, e 13 de Maio se aproxima são cada vez mais os livros, filmes, artigos e produtos ligados ao temas que aparecem à venda, neste âmbito, o C&H deixa-lhe aqui uma muito pequena selecção de livros, publicados em Portugal recentemente e que têm Fátima como tema principal, independentemente da sua intenção e objectivo.

Da Planeta, O Evangelho de Maria da autoria do Papa Francisco, à venda por 14,95 euros.

No coração da espiritualidade do Papa Francisco está o amor por Maria, que o sumo-pontífice evoca no livro em quase uma centena de pensamentos e orações. “Ela, mãe da esperança, apoia-nos nos momentos mais sombrios, de dificuldades, de desconforto, de aparente derrota ou de verdadeiras derrotas humanas.”

Papa Francisco

Fátima – Enquanto Houver Portugueses é um livro de fotografias de Alfredo Cunha, em Português e Inglês. Com edição da Porto Editora, à venda por 19,90 euros.

Nas celebrações dos 100 anos das Aparições de Fátima, o fotógrafo Alfredo Cunha apresenta 100 fotos que fazem uma justa homenagem a todos os fiéis de Fátima e aos peregrinos em particular, que irão rever-se nas imagens e no texto da obra. Com introdução do jornalista António Marujo em edição bilingue (português e inglês), este livro é um registo único do santuário de Fátima e dos que fizeram daquele um dos maiores locais de peregrinação do mundo cristão.
«Rostos, expressões, sentimentos, experiências. Vidas vividas. (…) São estas pessoas, e é este sagrado, que nos falam nas fotos de Alfredo Cunha reunidas neste álbum. Desde os rostos sulcados pela vida até aos mais institucionais, como os do secretário de Estado do Vaticano, cardeal Bertone, muitos bispos e padres ou religiosas como as que nos acolhem nas primeiras fotos. Adivinham-se, aliás, expressões, sentimentos, experiências e vidas muito diversas. (…) Ao longo de décadas, têm sido estas pessoas, milhões de rostos assim, a construir Fátima.»

António Marujo

Do jornalista do Diário de Notícias João Céu e Silva, a Porto Editora publica FÁTIMA – A PROFECIA QUE ASSUSTA O VATICANO. Com 272 páginas e um preço de venda ao público de 15,50 euros. Para a elaboração desta obra, o autor recorreu a depoimentos dos mais altos responsáveis do Santuário, bem como de teólogos reputados, historiadores e especialistas em questões religiosas.

A 13 de maio de 1917 três pastorinhos analfabetos tornaram-se o símbolo de uma Mensagem, já comparada pela Igreja aos textos da Sagrada Escritura, e fizeram de Fátima um santuário que atrai milhões de peregrinos todos os anos, superando os grandes centros de fé mundiais.

Esta mensagem continha uma profecia tão ameaçadora que o papa Pio XII depositou o envelope onde está escrita no Arquivo Secreto do Santo Ofício e proibiu a sua divulgação. O Segredo tem obrigado todos os sumos pontífices (desde a eleição de Paulo VI) a vergarem-se às exigências de Lúcia e a prestarem vassalagem pessoalmente à Senhora da Cova da Iria.
Desde então nenhum papa deixou de ir à Praça Branca – assim chamada por oposição à Praça Vermelha de Moscovo –, ou de submeter o seu pontificado à proteção de Nossa Senhora, como fez o papa Francisco nos dias imediatos à sua nomeação. Já antes, enquanto teólogo, Bento XVI elaborara uma polémica explicação para a terceira parte do Segredo.

De Patrícia Carvalho surge Fátima – Milagre ou Construção? Uma edição Ideias de Ler – Porto Editora, à venda por 15,50 euros.

Em 1917, no dia 13 de maio, três crianças anunciaram ter visto Nossa Senhora nos campos agrestes de Fátima. O caso, que acontece tendo a Primeira Guerra Mundial como pano de fundo e em pleno conflito entre a recém-instaurada República e a Igreja, atingiu proporções inimagináveis. Será coincidência que a Igreja tenha tardado a abrir uma investigação ao caso e que, mesmo antes de o fazer, tenha começado a adquirir terrenos e a projetar para o local um grande santuário? Com duas das crianças mortas precocemente e a terceira encerrada num convento, a mensagem inicial da “Senhora” é alterada e o relato das “aparições” sofre adaptações. Apesar de tudo isto, o fenómeno cresceu, acarinhado e impulsionado pelo Estado Novo de António de Oliveira Salazar, e suportado pela fé de milhões de crentes nas aparições da Cova da Iria. Cem anos depois, Fátima continua controversa. Esta obra, que parte de investigação baseada nos mais variados documentos da época e que recupera hipóteses nunca comprovadas pelos jornais da República que à data gritavam “farsa”, levará o leitor a colocar uma incómoda pergunta: “Estarão os crentes a alimentar uma mentira cuidadosamente planeada?”.

Fátima – Das Visões dos Pastorinhos à Visão Cristã da autoria de Carlos A. Moreira Azevedo, com edição da Esfera dos Livros, à venda por 16,50 euros.

Uma releitura crítica sobre o fenómeno das visões ocorridas na Cova da Iria há 100 anos, partindo da situação sociocultural de Portugal e da Europa e da realidade familiar e psicológica das personalidades envolvidas.
Esta obra coloca ao serviço do grande público uma leitura que congrega o conhecimento das fontes com uma visão cristã de um fenómeno religioso de origem popular, sucessivamente apropriado e relido, reinterpretado ao compasso da história e sempre aberto no horizonte do futuro. Contribui para percebermos como as visões dos pastorinhos se transformaram numa proposta de alcance internacional. Que visão de Deus e do mundo propõem? Que capacidade de futuro encerram? Reforçam ou debilitam a forma especificamente cristã de viver ao estilo de Jesus? Fátima permite regredir ou amadurecer uma vivência cristã? O momento histórico, nas suas dimensões sociopolíticas, culturais e religiosas é o húmus onde as «revelações privadas» são acolhidas. As visões interiores acontecem no tecido real da situação concreta, qual provocação para avisar a humanidade, com sentido profético, dos passos falsos e suscitar atitudes verdadeiras diante de perturbações exigentes de conversão. Graças à consulta de material do Archivio Segreto Vaticano, o autor revela nestas páginas o processo da escolha do primeiro bispo da diocese de Leiria e traz à luz novos dados sobre a política portuguesa entre 1917 e 1930. Além dos videntes, fala-nos de personagens essenciais a Fátima, como o Padre Manuel Formigão e o Bispo D. José Correia da Silva. Se Fátima permanece com notável impacto não se deve apenas à autenticidade simples e infantil dos seus inícios, mas à capacidade que tiveram os mediadores dos factos e da mensagem, a começar pela própria Lúcia, dotada de uma vida longa, para retirar da imagética rudimentar uma resposta às situações históricas vividas pelas pessoas, individualmente mendigas de sinais de Deus, que recarreguem a sua vida de sentido e iluminem os passos obscuros da sociedade nas sucessivas crises e dificuldades.

Fátima – Milagre, Ilusão ou Fraude da autoria de Len Port, uma edição Guerra e Paz, à venda por 16 euros.

Tudo o que sempre quis saber sobre Fátima está reunido neste livro intenso e polémico, destinado a informar e provocar mentes abertas e curiosas. Sem tabus, Len Port, jornalista irlandês residente em Portugal, foi à procura de respostas para as questões que o inquietavam, reunindo dados e opiniões de pessoas envolvidas na história e de especialistas que se debruçaram sobre o seu estudo.

Para terminar esta lista, um thriller da Saída de Emergência: A Hora de Maria, da autoria de Nuno Lopes Tavares. À venda por 16,60 euros.

Um thriller policial à volta da personagem da irmã Lúcia que levanta questões intrigantes.

No livro teremos a oportunidade de compreender melhor a importância das aparições para o regime da época e a aliança dos poderes da igreja (Cardeal Patriarca de Lisboa) com os poderes políticos (Salazar). E uma personagem certamente decisiva será a do Cónego Manuel Nunes Formigão.

Aproxima-se o primeiro centenário das aparições de Fátima. A celebração representará um marco histórico na vida do Santuário, exacerbada com a visita do Papa. O país prepara-se para esse momento sem, no entanto, prever as convulsões que o acompanharão. Um homem é confrontado com uma informação, secreta e muito sensível, sobre a irmã Lúcia, que pode colocar em causa o papel desempenhado pela pastorinha, e até mesmo ameaçar a sobrevivência de Fátima.
Dividido entre a falta de fé e a sua ligação ao local, João Francisco vai lutar pela verdade, defrontando-se com as suas dúvidas e os poderes misteriosos que o rodeiam. Que riscos corre? Que tentações o fragilizam? Que segredos esconde o Santuário? A Hora de Maria é um thriller empolgante que revisita as aparições com um novo olhar, reflete sobre o papel da religião e revela-nos como Fátima se mistura com a História de Portugal dos últimos cem anos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.