Lisbon Ground é a representação portuguesa na Bienal de Veneza

Lisbon Ground é a exposição que vai representar Portugal na 13ª Mostra Internacional de Arquitectura, a Bienal de Veneza, a decorrer de  29 de Agosto a 25 de Novembro. O projeto foi criado e desenvolvido pela Curadora Inês Lobo, respondendo ao tema Common Ground lançado pelo Comissário da Bienal de Veneza,  David Chipperfield.

O projeto desta exposição tem a cidade de Lisboa como tema principal, assim Lisbon Ground está dividida em Lisbon Downtown, Lisbon River e Lisbon Connections.

Lisbon downtown abrange a Reconstrução do  Chiado, de Álvaro Siza Vieira; o Museu e Biblioteca Numismática do Banco de Portugal, da autoria de Gonçalo Byrne e João Pedro Falcão de Campos; Mude.Museu do Desig, projecto de Ricardo Carvalho e Joana Vilhena e Fanqueiros de José Adrião.

Já a perspectiva de Lisbon River preenche-se  com o Museu dos Coches, de Paulo Mendes da Rocha, Ricardo Bak Gordon e Rui Furtado; Requalificação da Ribeira das Naus, de João Nunes e João Gomes da Silva; e o Terminal dos Cruzeiros de Lisboa, de João Luís Carrilho da Graça.

Lisbon connections contém o Estudo Urbano para o Parque Mayer, Jardim Botânico e Zona Envolvente, de Manuel Mateus e Francisco Mateus; o Plano Geral de Acessibilidades à Colina do Castelo, de João Favila Menezes, João Simões, Pedro Domingos e Rui Mendes; e Príncipe Real de Eduardo Souto de Moura.

As obras em análise apresentam cerca de vinte e quatro anos de intervenção na cidade e de diferentes testemunhos, disciplinas e formas de ver Lisboa. Como tal, apresenta-se o Vídeo de Catarina Mourão com a projecção do registo das conversas das três mesas redondas onde se discutiu a cidade a partir dos temas propostos e dos desenhos produzidos durante esses debates; as Fotografias de Duarte Belo, pretendem fixar as obras dos arquitectos e formar uma base de trabalho para a reflexão sobre a arquitectura e  a cidade de Lisboa; Mapa de Lisboa sobre “os espaços entre” registo síntese da cidade em 2012; Testemunhos sobre a cidade através de uma seleção de textos de António Tabucchi ditos pelo actor italiano Marco Baliani, bem como um depoimento do  Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

A exposição dá ainda o mote ao Concurso Público Internacional de concepção à elaboração do Projecto para o Campo das Cebolas/Doca da Marinha, na Frente Ribeirinha da Baixa Pombalina. As propostas deverão ser entregues até finais de Setembro.

A 13ª Mostra Internacional de Arquitetura, Bienal de Veneza, irá decorrer de 29 de Agosto a 25 de Novembro de 2012 e a representação portuguesa estará situada no edifício da Fundaco Marcelo, junto do Grande Canal.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.