Lisboa Promove Festival da Lusofonia

festival_lusofoniaCelebrar a multiculturalidade de Lisboa é o objetivo do Festival da Lusofonia, que promete animar a Capital entre 20 e 25 de maio.

O evento tem organização da UCCLA – União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a associação Conexão Lusófona e foi apresentado na passada semana na sede da primeira entidade por Vítor Ramalho, secretário-geral da UCCLA, pelo vereador Vítor Ramalho e por Helderyse Rendall, responsável pela comunicação da Conexão Lusófona.

Segundo Vítor Ramalho, o festival só foi possível graças à entrega das 16 associações de imigrantes de Lisboa, que serão responsáveis pelos muitos eventos a acontecer um pouco por toda a cidade. O secretário-geral destacou ainda a homenagem à Casa dos Estudantes do Império, que acontecerá no último dia do evento na Fundação Calouste Gulbenkian e através da exposição do espólio do espaço, a inaugurar a 21 de maio na Câmara Municipal de Lisboa.

Já o vereador Carlos Castro referiu a parceria entre a autarquia, a UCCLA e a Conexão Lusófona, destacando também o papel dos emigrantes portugueses na promoção da lusofonia em países não lusófonos.

cartaz_festivallusofoniaSegundo Helderyse Rendall, o festival será importante para que as associações interajam, promovam atividades conjuntas, não se limitando a servir os seus utilizadores habituais e mostrando Lisboa como uma cidade multicultural de encontro de jovens lusófonos e não só. A responsável destacou, do programa, a celebração do Dia de África (25 de maio) que acontecerá dois dias antes com música, moda e muita festa no Clube Ferroviário e ainda a Mostra dos Patrimónios Imateriais da UNESCO dos países de língua portuguesa, agendada para 21 de maio, numa parceria com a Casa do Alentejo

Do cartaz fazem parte muitas outras iniciativas, como por exemplo tertúlias de poesia e uma exposição de fotografia na Casa de Macau; uma mostra de cinema guineense em Marvila; um encontro de escritores lusófonos previsto para a FNAC-Chiado ou o Colóquio Cidadania e Lusofonia na Universidade Lusófona. De destacar são ainda mostras de gastronomia diversas e vários eventos em torno da banda desenhada lusófona a decorrer na bedeteca de Lisboa.

Por Alexandra Gil

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.