La Forza Del Destino No Coliseu Do Porto

A grande ópera regressa ao Coliseu Porto, no dia 26 de outubro, pelas 20h00, com La Forza Del Destino, de Giuseppi Verdi, com produção de Theater Bonn, Welsh National Opera, numa co-produção Coliseu Porto Ageas e Teatro Nacional de São Carlos.

Em palco uma das “composições mais ambiciosas de Verdi”, com a soprano Julianna di Giacomo e o tenor Kristian Benedikt, no par Leonora/Alvaro. Uma ópera em quatro atos, com duração aproximada de 2h45.

Poucas vezes a música de Verdi irrompeu com tanta força como nesta ópera de situações limite: canta-se a estória de Don Alvaro e da sua paixão correspondida por Donna Leonora, filha do Marquês de Calatrava. Quando o Marquês recusa dar a mão da sua filha em casamento, as consequências são dramáticas e a tragédia toma conta dos seus destinos.

Verdi e Francesco Maria Piave basearam La Forza Del Destino na peça dramática de Ángel de Saavedra, Don Alvaro, o fuerzo del sino. Juntos, criaram uma ópera em quatro atos marcante, quer na história e nos cenários, quer na orquestração.

La forza del destino, de Giuseppe Verdi é uma ópera em quatro atos, com libreto de Francesco Maria Piave, direção musical de Antonio Pirolli e encenação de David Pountney, com as interpretações de Miklos Sebastien (Marquês de Calatrava, Padre Guardiano); Julianna Di Giacomo (Donna Leonora); Damiano Salerno (Don Carlo); Kristian Benedikt (
Don Alvaro); Cátia Moreso (Preziosilla, Curra); Luís Rodrigues (Fra Melitone); e João Merino (Alcaide, Cirurgião); com o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, dirigido pelo Maestro Titular Giovanni Andreoli; Orquestra Sinfónica Portuguesa dirigida pela Maestrina Titular Joana Carneiro. A produção é do Theater Bonn, Welsh National Opera, Coliseu Porto e Teatro Nacional de São Carlos.

Os bilhetes estão à venda no local e online e variam entre os 20 e os 50 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.