KINO 2020 Ocupa O Cinema São Jorge No Final Do Mês

A KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã, organizada pelo Goethe-Institut Portugal, está de regresso ao Cinema São Jorge, em Lisboa, entre os dias 29 de janeiro e 5 de fevereiro de 2020, trazendo-nos algumas novidades, entre as quais a estreia de encontros informais entre jovens cineastas alemães e portugueses.

Exibindo ficção e documentário, esta 17ª edição apresenta algumas das produções cinematográficas da Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo que mais se destacaram nos grandes festivais internacionais, bem como obras de jovens e promissores realizadores oriundos destes países.

A programação é assegurada por Corinna Lawrenz, responsável pela programação de cinema do Goethe-Institut de Lisboa, e por Carlos Nogueira, curador e crítico, que, para além de procurar acompanhar o desenvolvimento das mais recentes tendências cinematográficas, não descura um olhar crítico sobre as questões sociais e políticas atuais.

A procura de um cinema cada vez mais transfronteiriço reflete-se numa estrutura da programação com três sessões – Visões, Perspetivas e Foco – que dão destaque às várias facetas que compõem a produção cinematográfica, desde as novidades mais aguardadas a obras de carácter mais experimental e estreias de jovens cineastas. Com o objetivo de reforçar a KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã como uma plataforma para o cinema jovem, a edição de 2020 introduz um modelo de encontros informais entre jovens cineastas alemães e portugueses.

Ainda como forma de celebrar e apoiar este cinema emergente, a mostra criou, em 2019, e em parceria com a Oficina Nacional Alemã de Turismo, um Prémio do Público, no qual participam os primeiros filmes exibidos, e que tem este ano a sua segunda edição.

Esta 17ª edição apresenta também uma sessão especial dirigido ao público infantil e promove um encontro de programadores com o objetivo de iniciar um programa itinerante em parceria com promotores locais, chegando assim a um público mais amplo um pouco por todo o país.

Lara, de Jan-Ole Gerster, é o filme de abertura desta edição. Lara (retratada por Corinna Harfouch) é uma mulher solitária e amargurada, temida e pouco amada, inclusive por ela própria. Partilha o talento artístico e uma pouco sã rivalidade com o filho que, precisamente no dia em que Lara celebra 60 anos, dá um concerto-chave para a sua carreira de pianista e compositor.

A edição de 2020 da KINO apresenta, na sessão de encerramento, Das Vorspiel, de Ina Weisse, e Ulrich Köhler é o cineasta homenageado este ano na secção Foco, com a apresentação de todas as suas longas-metragens, incluindo a mais recente Das Freiwillige Jahr, em estreia nacional.

O filme de encerramento, Das Vorspiel, ecoa alguns dos temas do filme de abertura, Lara — a artista promissora que, por alguma razão, acabou por não ter a carreira musical que o talento fazia prever e cuja frustração coloca em risco as relações familiares – mas dando-lhes um tratamento distinto.

Os bilhetes estão à venda no local, tendo um custo de 4 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.