Jornadas Europeias Do Património Decorrem Este Fim De Semana Por Todo O País

As Jornadas Europeias do Património (JEP) arrancam hoje e decorrem até dia 29 de setembro, por todo o país, sob o tema “Artes Património Lazer”.

Durante três dias vão decorrer mais de 1400 iniciativas, promovidas por várias entidades públicas e privadas (como Museus, Palácios e Monumentos sob tutela da DGPC, Igrejas, entre muitas outras instituições), distribuídas por 173 concelhos em todo o país.

As atividades previstas para todo o país distribuem-se por diversas tipologias, entre as quais salientamos 454 visitas guiadas, 140 oficinas pedagógicas/ateliers lúdicos, 107 espetáculos artísticos, 102 exposições, 73 rotas patrimoniais/itinerários culturais, 31 documentários/filmes, 19 sessões de leitura, 28 recriações e encenações históricas, 13 feiras/festivais, 29 jogos tradicionais, 21 animações de rua e 17 peddy papers/rally papers.

A maioria das iniciativas é gratuita, mas requerem marcação prévia. No caso dos Museus, Monumentos e Palácios sob tutela da DGPC, a gratuitidade aplica-se nos dias 27 e 28 aos visitantes que participem na programação das Jornadas. Já no dia 29 a entrada nos equipamentos é gratuita para todos.

Começamos os nossos destaques em Guimarães, no Berço de Portugal, para onde estão programadas várias iniciativas, como visitas a exposições, oficinas e passeios pela cidade. Na Casa da Memória é possível ver a exposição Os Rostos do Meu Bairro, na base de um projeto realizado em colaboração com a cooperativa Fraterna. No sábado realiza-se a iniciativa “À Descoberta do Museu Alberto Sampaio”, entre as 10h00 e as 17h00. No domingo decorre a iniciativa “À Descoberta da Praça de Santiago” (10h00 às 17h00), com a ajuda de um guião, onde pequenos e graúdos poderão, de uma forma autónoma, descobrir algumas das curiosidades desta que é uma das praças mais antigas do Centro Histórico de Guimarães.
No Paço dos Duques de Bragança, está programado para sábado, às 15h00, o “Percurso pelo Monte Latito” (Castelo, Igreja de S. Miguel e Paço dos Duques). No domingo, às 15h00, realiza-se o teatro de marionetas – O Afonso e a Constança, Primeiros Duques de Bragança!. Durante o fim de semana cumpre-se ainda o roteiro “Da Vila de Cima à Vila de Baixo”, que permite conhecer alguns dos principais marcos da história de Guimarães de uma forma divertida. O percurso começa na Vila de Cima, onde estão alguns monumentos ligados à Fundação da Nacionalidade – Castelo e Igreja de São Miguel de Guimarães – e o Paço dos Duques de Bragança, e termina na Vila de Baixo, onde se encontram as principais praças – Praça de Santiago e Praça da Oliveira.

Seguimos para a Nazaré, com a exposição Abílio – Entre a Terra e o Mar, que vai poder ser vista de 27 de setembro a 11 de outubro de 2019, na Escola Superior Agrária de Santarém e no Museu Dr. Joaquim Manso – Museu da Nazaré. Esta é uma mostra documental sobre a ilustração de Abílio de Mattos e Silva, pintor, cenógrafo, figurinista e ilustrador, referente à temática agrícola e piscatória, através de uma permuta entre ambas as instituições. A mostra pode ser vista na Escola Superior Agrária de Santarém, Serviço de Documentação de segunda-feira a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30; e no Museu Dr. Joaquim Manso, de terça-feira a sexta-feira, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Em Peniche, na Fortaleza de Peniche, onde está instalado o Museu Nacional Resistência e Liberdade, está previsto fazer um roteiro por toda a vila, em que se vai começar a mapear e a conhecer os locais associados à prisão e à ligação da população com as famílias dos presos, que iam visitar a Peniche, mas também com a repressão que era exercida sobre a população, e com a sua resistência; figuras animadas de marionetas, vão contar “a fuga mais audaz na história da resistência”, que é a fuga do Álvaro Cunhal da prisão; haverá uma visita temática às obras que Júlio Pomar pintou sobre Peniche, assim como visitas guiadas à exposição, poesia, ou colóquios.

Em Vila de Rei, hoje, através da organização do Roteiro Fotográfico ‘Vila de Rei Debaixo de Olho’, vai levar os participantes a passar por alguns dos principais pontos culturais, turísticos e etnográficos da sede do Concelho, onde serão desafiados a tirar fotografias com as suas máquinas ou telemóveis. O programa da iniciativa prevê a receção dos participantes pelas 09h30, com o início do Roteiro marcado para 15 minutos depois. Pelas 12h00, as fotografias tiradas pelos participantes serão apresentadas no Museu Municipal de Vila de Rei.

Já em Lisboa, em Belém, Museu Nacional Dos Coches, preparou um conjunto de atividades dirigidas a públicos distintos – visitas guiadas, peddy papers, palestras, entre outros. No dia 29 de setembro, às 10h30, o museu planeou uma manhã diferente para os mais pequenos, com um peddy paper subordinado ao tema “Viagem no Tempo” e, às 11h30, a Rainha Dona Maria Ana de Áustria, mulher de D. João V, vai levar as crianças a descobrirem os coches e berlindas em que outrora os reis, príncipes e princesas se faziam transportar.

Já o Museu de Arte Popular e o Museu Nacional de Etnologia, no sábado à noite, vão promover a festa “Ball-Trad: baile de danças tradicionais europeias”, entre as 22h00 e as 02h00.  Nos dias 28 e 29, no Museu de Etnologia vão decorrer visitas guiadas às Galerias da Vida Rural e às Galerias da Amazónia. Pelas 16h00, terá lugar o espetáculo Cartas do Novo Mundo, peça de teatro inspirada na Carta de Pêro Vaz de Caminha.

O Padrão dos Descobrimentos associa-se a estas jornadas com um conjunto de iniciativas que visa o monumento, mas também a exposição Are you A Tourist?. Todas as atividades são gratuitas, sujeitas, no entanto, a marcação prévia.

Também as Galerias Romanas de Lisboa – datáveis dos inícios do século I d. C. vão abrir ao público, entre as 10h00 e as 19h00 , e são esperados mais de 3 mil visitantes, tendo este ano incluído visitas em inglês (todos os dias às 10h15 e 16h30) e em espanhol (27 e 29, às 15h30), e ainda visitas em Língua Gestual Portuguesa, para públicos surdos ou com deficiência auditiva. Além das visitas orientadas, o Museu de Lisboa promove outras atividades nas Galerias Romanas, como uma sessão de poesia (28 de setembro, 19h30)  ou um percurso pedestre por Felicitas Iulia Olisipo, das Galerias Romanas ao Teatro Romano (29 de setembro, 11h30 e 16h00).

As Ruínas do Carmo no dia 28 de setembro, às 11h00, promovem uma visita onde podem descobrir o lado mais lúdico das Ruínas e do Museu Arqueológico do Carmo.

No dia 28 de setembro, o Aqueduto das Águas Livres, em Lisboa, vai funcionar em modo ‘fora d’horas’, das 19h00 às 20h30. Neste horário, irá acontecer uma visita guiada ao interior e exterior do Aqueduto com possibilidade de desfrutar da magnífica vista do pôr-do-sol.

O Museu da Saúde apresenta duas oficinas gratuitas: dia 28, das 16h00 às 18h00, há “Origami para Todos” dedicado à arte milenar japonesa de dar vida a folhas de papel; dia 29, também das 16h00 às 18h00, há “Tricot para Todos”, numa aventura pelos novelos e agulhas.

Ainda em Lisboa, o Palácio de Santos, sede da Embaixada de França em Portugal, estará excepcionalmente aberto ao público na sexta-feira, 27 e no sábado 28, onde serão organizadas visitas, de aproximadamente 45 minutos, na sexta-feira das 14h00 às 17h00, e no sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00, em grupos de 20 pessoas (idade mínima 10 anos). As visitas serão guiadas, em francês ou em português, por funcionários da embaixada. A entrada é livre, sem inscrição, e por ordem de chegada. Aos visitantes será exigido um documento de identidade.

A Igreja de São Luís dos Franceses (Rua das Portas de Santo Antão, Lisboa) também estará aberta para visitas nas tardes de sábado, 28, e de domingo 29, das 15h00 às 18h00. As visitas guiadas de cerca de 20 minutos serão alternadamente em francês e em português.

Também a CP e o Metropolitano de Lisboa vão promover atividades culturais com entrada gratuita, desenvolvidas em parceria com a Direção Geral do Património Cultural. No dia 27 o programa conta com várias iniciativas, nomeadamente a realização de visitas guiadas às Estações Ferroviárias da IP e do Metropolitano de Lisboa, ações culturais e de animação nessas estações e, ainda, a possibilidade de assistir a uma conferência subordinada ao tema “A Ferrovia e a Cultura”, que conta com a presença de vários oradores internacionais e em que irá abordar a temática da utilização das Estações Ferroviárias e os transportes públicos como espaços de promoção e divulgação artística.

No dia 28, os inscritos poderão realizar um sonho antigo de viajar nas duas primeiras carruagens históricas do Metro de Lisboa (datadas de 1959), viajar nos comboios da CP até ao Entroncamento, e por fim, visitar o histórico Museu Nacional Ferroviário.

No dia 29  é dada a oportunidade aos participantes de acompanhar uma visita guiada à Estação Ferroviária da IP Lisboa-Oriente assim como à linha Vermelha do Metro de Lisboa.

Fora de Lisboa, mas ainda perto, em Sintrao Palácio Nacional de Sintra recebe a peça de teatro Os Maias: Baile de Máscaras com instalação multimédia interativa, cenográfica e digital, composta por textos, som e imagem, nos dias 27, 28 e 29 de setembro, às 22h00. A entrada é livre e poderá passear-se pelo espaço, acompanhado de música, sons e vozes das personagens d’Os Maias, experimentar máscaras de carnaval e até sentar-se à mesa a provar queijadas e beber vinho de Colares.

No sábado dia 28, o Palácio de Monserrate, vai estar aberto à noite. As visitas, que incluem também a visita parcial ao parque, são gratuitas e decorrem entre as 20h00 e as 24h00, sendo a última entrada pelas 23h30. A visita tem uma capacidade limitada a 1.500 pessoas e exige inscrição prévia.

O Museu Arqueológico de São Miguel De Odrinhas, promove esta sexta-feira, dia 27 de setembro, entre as 11h00 e as 12h30, uma visita ao Santuário consagrado ao Sol, à Lua e ao Oceano no Alto da Vigia – Praia das Maçãs. A iniciativa tem como objetivo “proporcionar ao público presente o contato direto com a escavação em curso”, explica o Museu de Odrinhas, adiantando que “será ainda facultada a interpretação deste local no que concerne às suas diferentes ocupações ao longo dos séculos”.

E terminamos com uma sugestão a Sul, em Alcácer do Sal. No dia 28 decorre a iniciativa “Rota do Património – Uma viagem pelo Património da vila Torrão”. A rota contempla um passeio pelo Torrão acompanhado por técnicos do Sector de Arqueologia da Câmara Municipal de Alcácer, com visita aos sítios da Calçada Romana, Monte da Tumba, Estação Arqueológica da Fonte Santa e ao Museu Etnográfico do Torrão. Requer inscrição prévia.

No Algarve, A Direção Regional de Cultura do Algarve, através do programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos, preparou uma série de atividades para as comemorações das Jornadas Europeias do Património.
“Tendo como mote a primeira grande viagem iniciada há 500 anos por Fernão de Magalhães, que provou a esfericidade da Terra, e utilizando vários caminhos e diversas linguagens estéticas, como a música, a performance, a poesia, ou artes audiovisuais, a que se soma também uma abordagem científica, preparou-se um programa para escolas, famílias e público em geral, onde se promove um melhor entendimento da importância crucial de todo o património que nos une”.
O programa tem início na Fortaleza de Sagres, hoje e amanhã, com a 3ª edição do projeto «NOVA Escola de Sagres», promovido pelo Centro Ciência Viva de Lagos, que propõe atividades e ateliers educativos, especialmente direcionados para escolas e famílias. As propostas passam pela exploração de instrumentos de navegação do passado e do futuro, preservação e modelação, modelação 3D, robótica e programação, percursos orientados e muitas outras atividades científico-culturais.
No sábado, dia 28, os ateliers decorrem entre as 14h00 e as 18h00 e são destinados a famílias e público em geral. Haverá ainda a apresentação do conto Magalhães e a Viagem, às 17h00. O projeto «NOVA Escola de Sagres» encerra com uma observação astronómica, agendada para as 20h00 de dia 28.

Ainda hoje, na alcaidaria do Castelo de Loulé, às 19h30, será apresentado o projeto “Grafonola Voadora & Napoleão Mira”. Trata-se de um projeto promovido pela Casa de Cultura do Loulé, que junta em palco o “cantautor” Luís Galrito, o artista visual João Espada, o escritor, poeta e declamador Napoleão Mira, o guitarrista Ricardo Martins e o jovem acordeonista João Palma. O Quarteto de Clarinetes da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio irá atuar no Castelo de Aljezur, no dia 28 de Setembro, às 17 horas, com a apresentação de “Viajando na Música”.

As Ruínas Romanas de Milreu (Estoi, Faro) apresentam o espetáculo A Viagem: Outras Margens Outras Viagens, no dia 28 de setembro, às 18h00. “Quando a Terra se tornou Redonda” promovido pela Fungo Azul – Associação Cultural, é o espetáculo que encerra a programação destas Jornadas, na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe (Raposeira, Vila do Bispo), no domingo, dia 29 de setembro, às 18h00.

No Funchal, o Palácio de São Lourenço vai abrir portas, hoje e sábado, para visitas ao monumento e jardins, mostrando telas de Lourdes Castro e António Areal raramente vistas, segundo o gabinete do representante da República. O programa inclui um encontro denominado “Olhares sobre o Palácio — Incorporações de arte no Palácio de São Lourenço: Lourdes Castro e António Areal”.

As Jornadas Europeias do Património são uma iniciativa conjunta da Comissão Europeia e do Conselho da Europa desde 1999, apoiada pelo programa Europa Criativa, e têm como objetivo de sensibilizar para o património comum da Europa, e para a necessidade da sua contínua proteção.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.