Já Abriram As Inscrições Para O EDP Live Bands

Foi anunciada, esta terça feira, em Lisboa, a 7ª edição do EDP Live Bands. As inscrições já abriram para o concurso de bandas amadoras criado pela EDP para promover a música e o talento nacional.

Esta iniciativa oferece às bandas a possibilidade de mostrarem o seu trabalho e de atuarem ao vivo no palco de dois festivais. Além da atuação no NOS Alive’20 e no Mad Cool Festival, em Madrid, a banda vencedora vai gravar um álbum que será editado pela Sony Music e ainda um videoclipe. Este ano, a EDP disponibilizará às seis bandas finalistas uma sala de ensaios em Marvila, para poderem preparar a sua atuação para a final, ao vivo. A competição destina-se a bandas amadoras Portuguesas de qualquer género musical, que não tenham atualmente um contrato discográfico.

O período de inscrições decorre entre 3 de março e 6 de abril. Para participarem, as bandas devem fazer upload de uma música original no site do concurso. São os fãs que vão escolher uma das seis bandas finalistas através de votação direta no site. As restantes bandas serão selecionadas pelo júri, tendo em consideração critérios como a originalidade e a qualidade técnica e musical.

Este ano, a final irá decorrer dia 23 de maio, no espaço Lisboa ao Vivo (LAV), em Marvila, e as seis bandas finalistas terão a possibilidade de convidar amigos, familiares e fãs para assistir à sua atuação, com o transporte a ser oferecido pela EDP. O objetivo é proporcionar às bandas o apoio dos seus fãs e, para tal, será disponibilizado pela EDP um autocarro a todas as bandas que residam fora da região da grande Lisboa.

As bandas selecionadas para a final participarão num workshop com especialistas da indústria musical, que conta este ano com a presença do músico Hélio Morais, bem como de representantes dos vários parceiros do projeto. O baterista e co-fundador das bandas PAUS e Linda Martini será júri em todas as etapas de seleção dos candidatos e também na final ao vivo onde será conhecida a banda vencedora da 7ª edição. O vencedor terá ainda a oportunidade de trabalhar com Hélio Morais na produção do disco.

Tal como em edições anteriores, o EDP Live Bands Portugal conta com o apoio da Everything is New, da Sony Music e da FNAC. Além de contribuírem para a seleção da banda vencedora, os parceiros vão também apoiá-la após o concurso, através da divulgação da sua música.

Além de Y.azz x B-mywingz (mais sobre a final de 2019), projetos como Churky (final de 2018), Plastic People (2017) Them Flying Monkeys (2016), Cavaliers of Fun (2015) e Caelum’s Edge (2014) fazem parte do leque de vencedores da edição Portuguesa do EDP Live Bands.

Desde a sua primeira edição, em 2014, o EDP Live Bands já recebeu mais de 8.300 candidaturas e premiou 14 bandas (12 Primeiros Prémios e 2 Menções honrosas) nos três países onde está presente. Além de Portugal, no Brasil o concurso arrancou em 2016 e Espanha terá este ano a sua 3ª edição.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.