Ivete Sangalo Continua A Abalar, Abalar, Sacudir E Balançar!

Por Madalena Travisco (Texto) e Joice Fernandes (Fotos)

Terminou como começou, o concerto de Ivete Sangalo na noite de ontem, dia 29 de julho, no MEO Arena: com “Tempo de alegria”-  (…) Ôôô, ôôôôôô, ôôô, alegria. Alegria!(…)” – ” O meu coração é só alegria. Ti amo Lisboa. Tchaaaau”.

O público aguentou, abanou, sacudiu balançou. Muito pé levantado do chão, muitos braços no ar. “É tão bonito esse mar de mãos”.

Rolou a “Festa”, a “Poeira” levantou as hostes para o Axê: “Não quero dinheiro, só quero Amar”, “Arêrê”, “Prá frente”, “Bota pra ferver”, “Cadê Você”, “Dançando”, “O Doce”, “Chupa Toda”, “Beleza Rara”, “Banda Eva”, “Doce Obssessão”,”Zero a Dez”, “Quando a Chuva Passar”, “Não precisa mudar”, “Flor do Reagge”…

“Tem alguém cansado aí em baixo?” Nãããão – disseram os resistentes.

Ivete explicou que não se chora para resolver problema. Como lhe dizia o pai o que não tem solução, solucionado está. Chorar não resolve. “Eh maravilha – que felicidade/você na minha, curtindo à vontade/eh maravilha”. E segue. 2Na base do beijo”, “Manda Ver”, “Cadê Dalila”, “Empurra – empurra”.

Num momento para divulgação nas redes sociais,  Ivete grita: “Obrigada Portugal” e a plateia retorna “Obrigada Brasil”.

Bem anunciou a locução da Tropical FM: “Prepare as suas pernas, prepare a sua emoção (…) Iveeeeeeeete Sangaaaalo!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.