Hotel Minho, Para Relaxar E Descobrir A Região De Cerveira

hReportagem de Tânia Fernandes e António Silva

O design escandinavo retira-nos as referências geográficas. No Hotel Minho, junto a Vila Nova de Cerveira encontramos um espaço sofisticado e minimalista que em tudo conduz ao descanso.

As linhas retas e a ausência de cor, que advém dos revestimentos naturais, ajudam a abrandar o ritmo e sintonizar o canal “descontração”. A luz e a paisagem verde envolvente conjugam-se, na perfeição, com as madeiras e o mármore que sustentam o Hotel. Paredes de vidro promovem a sintonia com a natureza exterior. O antigo Hotel de Turismo do Minho foi totalmente renovado e abriu no final de 2013 com um importante acréscimo: o SPA.

Mente e corpo têm aqui direito a tratamento condigno. Os hóspedes têm acesso a um completo cardápio de tratamentos e massagens para fazer a sós, ou a pares. Produtos naturais como o mel ou a melissa ou ainda uma linha com base em derivados da uva são usados para nutrir o corpo. Todos os gabinetes têm luz natural e a palete de verdes em cenário de fundo. Conta com áreas de relaxamento interior e exterior, com uns jardins suspensos a decorar. Dispõe de uma piscina interior, com circuito de águas, sauna, banho turco, duche vichy e duche de sensações (frio ou quente? Vá pelos seus pés…).

A piscina exterior acaba de receber, este fim-de-semana, o apoio do bar, que abre sazonalmente e permite prolongar a estadia neste espaço, durante o dia.

This slideshow requires JavaScript.

Com uma pequena sala onde é servido apenas o pequeno-almoço, o hotel remete para o restaurante contíguo as restantes refeições. A funcionar em espaço físico e ambiente distinto, o Braseirão do Minho é a imersão total na cultura minhota e na experiência gastronómica local. O Chefe Vinagre define uma ementa completa diária, com sugestões de entrada, prato e sobremesa, havendo sempre a possibilidade de recorrer a uma extensa carta. Moelas, carapaus de escabeche, enchidos, rissóis, alheira ou rojões são opções de entrada. De prato principal, recomendamos nós os filetes de polvo com arroz de tomate ou a costela mindinha barrosã feita no forno. A acompanhar, Muros Antigos, um Alvarinho bem fresco de 2013. É crime sair da mesa sem provar o leite creme (com maçã escondida).

Ao fim-de-semana, o espaço costuma receber outros eventos. Consta que é bastante concorrido ao sábado à noite, pelo baile que tem lugar na sala e que se prolonga pela noite.

This slideshow requires JavaScript.

A beleza natural da região convida a que se explore as imediações, por terra ou água. O hotel promove, em parceria com algumas entidades da região, atividades que permitem conhecer melhor a envolvente. Saímos com Marina Carvalho, da Elos da Montanha, pela localidade da Reboreda e ficámos a conhecer não só a excelência da zona, como as suas características, história, flora e fauna entre muitas outras curiosidades. Partimos da Igreja Paroquial da Reboreda, atravessámos campos e mergulhámos na floresta, em direção aos Moínhos da Gávea. Recentemente recuperados e abertos ao público como Núcleo Interpretativo, estes moinhos de água permitem conhecer não só o seu funcionamento como também todo o contexto agrícola da região. Podem ser visitados cinco moinhos (às quintas-feiras, sábados e domingos entre as 14h00 e as 18h00) e neles encontramos maquetes que recriam o ciclo do milho, dos cereais, a evolução da moagem e a importância dos moinhos hidráulicos. Fernando Bessa Marinho, Presidente da União das Freguesias de Reboreda e Nogueira foi o nosso guia numa viagem pelo tempo, em que partilhou a sua própria experiencia, dando-nos a conhecer a forma como se vivia na época em que estes moinhos eram ferramenta essencial.

A Elos da Montanha  percorre ainda outros trilhos, na região, que sobem um pouco mais a montanha e permitem ver de perto o cerdo de ferro, da autoria de José Rodrigues, símbolo de Vila Nova de Cerveira. Deste miradouro, no topo do Monte do Crasto, têm-se uma vista sobre o Rio Minho digna de registo fotográfico. Permite observar os recortes da costa e contorno das ilhas até à foz.

Outro dos pontos de interesse na área é a Atalaia em Lovelhe. Trata-se de uma estrutura militar, hoje escondida na mata, contruída no séc. XVII, acredita-se que para resistir às tentativas de união ibérica. Teve um papel importante, mas tarde, ao impedir as tropas francesas, de efetuarem a pretendida travessia do Rio Minho contou-nos a nossa guia.

 

This slideshow requires JavaScript.

Para relaxar, ou partir à descoberta, este é um interessante ponto de partida para conhecer a região do Minho.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.