História De Dois Patifes E Outras Prosas Reúne Obra De Fialho De Almeida

A antologia História de Dois Patifes e Outras Prosas reúne os melhores contos e prosas do autor alentejano Fialho de Almeida, com selo Guerra e Paz, Editores.

Na semana em que se assinala o 109º aniversário da morte de Fialho de Almeida, a Guerra e Paz, Editores, celebra o seu legado com uma antologia que reúne os seus seis melhores contos e ainda dois textos não-ficcionais que atestam a versatilidade da sua escrita.

A vasta obra do autor, natural do Baixo Alentejo, que viveu entre os séculos XIX e XX, deixou um legado maior na ficção portuguesa, tendo conquistado não só os leitores, como também outros grandes vultos da literatura. Além de Raul Brandão, também o escritor e poeta Guerra Junqueiro se rendeu ao talento de Fialho de Almeida. «Ora bem: esse Fialho é a mais rica natureza artística que Portugal tem gerado há duas dúzias de anos. Um talento grande, rutilando em génio por instantes. Em génio, sim.»

Desde a hilariante e ternurenta história de dois gatos endiabrados, que dá nome à antologia, até ao delirante «O Sineiro de Santa Ágata», passando por histórias tocantes, como «Sempre amigos» ou «O filho», e ainda o assombroso «Ceifeiros».

A edição inclui uma nota introdutória, uma autobiografia de Fialho de Almeida e uma cronologia biobibliográfica da sua época.

O livro, inserido na coleção Clássicos Guerra e Paz, tem 176 páginas e está à venda por 14,50 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.